Léo Santana desabafa sobre a perda do pai: 'É uma dor imensurável'

em alta
09.11.2020, 21:40:00
(Reprodução/Instagram)

Léo Santana desabafa sobre a perda do pai: 'É uma dor imensurável'

Lourival Cupertino de Santana, 68 anos, morreu após infarto fulminante na última quinta-feira (5), em Salvador

Quatro dias após a morte de seu pai, Lourival Cupertino de Santana, 68 anos, o cantor Léo Santana apareceu pela primeira vez nas redes sociais na noite desta segunda-feira (9). Visivelmente abalado, o artista baiano apareceu em seu Instagram Stories e agradeceu às mensagens de apoio dos fãs. Ele chorou ao falar da perda do pai, que faleceu na noite da última quinta feira (5), em Salvador, após infarto fulminante.

"Boa noite, gente. Tudo bem com vocês? Espero que estejam bem. Eu vou levando um dia de cada vez. Como vocês sabem eu tive uma perda enorme... É uma dor imensurável, a qual eu não desejo pra ninguém. Quem já passou por isso sabe do que eu tou falando. Mas eu vim aqui agradecer a cada um de vocês que mandaram mensagens, de pêsames e condolências, de conforto e de carinho", iniciou Léo. O enterro de Lourival foi na última sexta-feira (6).

O cantor disse ainda que ele e a família estão juntos e estão tentando atravessar por esse momento difícil. "Eu e minha família somos gratos por tudo que vocês emanaram pra nós, principalmente forças, porque é algo que a gente mais necessita nesse momento. E agora, mais do que nunca, estamos muito mais juntos e fortalecidos. Ou melhor dizendo, tentando se fortalecer", continuou.

O vídeo foi cortado e Léo explicou que não conseguiu terminar sua fala, tomado pela emoção. "Desculpa, mas não consegui continuar falando. A imagem de tudo que aconteceu ainda é muito viva em minha mente. #Gratidão Fiquem bem e com Deus. Tenham todos uma abençoada noite", finalizou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas