Limpurb transforma local de descarte de lixo em jardins em Monte Serrat

salvador
11.06.2021, 17:04:04
Artista plástico Gilson Cardoso realiza intervenção artística (Foto: Limpurb)

Limpurb transforma local de descarte de lixo em jardins em Monte Serrat

Lugar também recebeu intervenção artística do artista plástico Gilson Cardoso

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.



Com o encerramento da programação em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente, nesta sexta-feira (11), a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) realizou a instalação de um Ponto Verde na Rua Santa Rita Durão, em Monte Serrat. No local, também haverá uma intervenção artística, realizada pelo artista plástico Gilson Cardoso e a doação de 60 mudas de plantas para a comunidade.

Ao longo da semana, os bairros de Cajazeiras 11, Itapuã e Santa Cruz já foram contemplados com a mesma ação, que consiste em revitalizar locais utilizados de forma irregular para o descarte de resíduos, transformando-os em pequenos jardins que passam a ser cuidados pela própria comunidade. Na quinta-feira (10) a Rua Basílio Gama, no Cassange, também será beneficiada com o projeto. 

“Através dessa iniciativa, conseguimos eliminar o descarte irregular de resíduos e instalar mudas de plantas que são cuidadas pelos próprios moradores.  É muito gratificante ver o carinho que a comunidade tem com os nossos Pontos Verdes e o nosso objetivo é aumentar mais ainda a instalação deles na cidade“, destacou o presidente da Limpurb, Omar Gordilho.

Apenas no primeiro semestre, mais de 80 localidades foram contempladas com a iniciativa. O processo é iniciado com a remoção dos resíduos e limpeza do local. Depois, uma equipe fica responsável pela pintura de pneus, que servirão como caqueiros para mudas de plantas. Por fim, é instalada uma placa proibitiva, alertando as pessoas sobre a importância do descarte correto. 

O problema, segundo uma moradora da comunidade, é que, apesar da ação da Limpurb, ainda falta uma conscientização das pessoas para manterem a limpeza do local. “Eu vejo a Limpurb realizando a limpeza aqui todos os dias e assim que o caminhão dá as costas, a comunidade vem e joga lixo aqui. Só tenho a agradecer a Limpurb por esse trabalho e espero que as pessoas se conscientizem e no lugar de jogar lixo, plantem uma flor aqui”, comenta a presidente da Casa de Apoio e Assistência do Portado do Vírus HIV ( CAASAH), Celeste Cardoso.

Por isso, a vice-prefeita Ana Paula Matos destaca a importância estrutural no modo de pensar dos moradores como determinante para o sucesso do projeto. 

“Nossa ideia é mudar a cultura das pessoas, fazer com que elas compreendam a importância da sustentabilidade, do respeito ao meio ambiente e ao local da convivência social. Então, quando você traz um Ponto Verde, ao mesmo tempo você traz a reflexão, alegria e a esperança”, afirma a vice-prefeita e secretária de Governo.

Agentes da Limpurb atuam no local
Agentes da Limpurb atuam no local (Limpurb)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas