LOFT LA NOSTRA CASA IN CIMA AL MONDO - David Bastos

especiais patrocinados
17.10.2018, 22:10:00
A autenticidade do ambiente é marcada pelo estilo único de David Bastos (MARCELO NEGROMONTE/CASACOR)

LOFT LA NOSTRA CASA IN CIMA AL MONDO - David Bastos

O ambiente foi elaborado para um solteiro ou um jovem casal e apaixona à primeira vista por ser um espaço de bem estar. Olhando para fora, tem-se a imensidão da Baía de Todos os Santos, enquanto do lado de dentro, a valorização do espaço por onde o olhar passeia sem esbarrar em obstáculos, ao mesmo tempo em que existe ali tudo o que é preciso. A autenticidade do ambiente é marcada pelo estilo único de David. O requinte surge com o uso de materiais escuros, como o piso, a parede e o teto em Carvalho Ebanizado, além de louças e metais pretos. O contraponto se faz de modo igualmente refinado com mobiliário e o Quartzito Roma Imperiali.

Parceiros do Projeto: Xico Diniz, Demuner Marcenaria, Construtora Mega Realty, Natuzzi, Parket, Bellouchirugon, Natural Stone, Têxtil Tecidos, Caloula Filho Antiguidades, Essence in Home, Alex Sá, Atelier Mircia Verena, Ophicina do Papel, Ornato Vidros, Deca, Vallvé, Paulo Darzé Galeria de Arte, Airton Pimenta, Avatin, Mekal Brasil, Sonja Lopes e Nubia Caloula, Via Sono e Alisson Passos. 

SERVIÇO:
O quê: CASACOR Bahia 2018
Quando: Até 11 de novembro
Onde: Chácara Baluarte – Ladeira do Baluarte, 18 - Santo Antônio Além do Carmo
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 16h às 21h
Ingressos: R$ 40 (inteira) / Meia só para idosos, estudantes universitários ou portadores de cartão da UNE. Cartões só de débito

O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas