Marco Antonio Villa fala de afastamento de rádio: 'Querem calar minha voz'

brasil
29.05.2019, 20:08:00
(Foto: Reprodução)

Marco Antonio Villa fala de afastamento de rádio: 'Querem calar minha voz'

Ele ficará 30 dias afastado da Jovem Pan, por decisão da diretoria

O comentarista e historiador Marco Antonio Villa foi afastado por 30 dias da rádio Jovem Pan, em decisão da própria direção da empresa. Ele afirmou que soube da decisão na sexta-feira (24), depois que concluiu sua participação no "Jornal da Manhã".

Ontem, o diretor de jornalismo da rádio, Felipe Moura Brasil, afirmou que Villa estaria de férias. Ele leu um comunicado durante o programa "Pingos nos Is".

Villa nega que tenha sido demitido ou saído de férias.  "O que aconteceu foi o seguinte: após o 'Jornal da Manhã' recebi a comunicação do vice-presidente da empresa (José Carlos Pereira) dizendo que não queria os meus serviços pelos próximos 30 dias", explicou Villa ao Uol. 

Para Villa, o afastamento foi uma "surpresa". "Não gostei, obviamente. Mas é evidente que eu aceitei". Ele já aproveitou a pausa para lançar um canal no Youtube. 

O comentarista disse à Veja São Paulo que não pode afirmar que foram seus comentários críticos ao governo Bolsonaro que geraram seu afastamento, que teria acontecido por motivos políticos. "Eu não posso dizer que o Jair Bolsonaro pediu minha demissão, isso eu não sei. Mas claramente tem um lado político, querem calar a minha voz. Não me dobro, nunca me dobrei. A minha ação é sempre a mesma. Tenho uma visão de mundo e de Brasil, minha leitura se mostra sempre crítica da conjuntura", afirma. 

Villa diz que mantém uma postura crítica em relação ao governo, assim como teve com Lula, Dilma e Temer. "Isso incomoda o poder. O poder nunca gostou de críticas".

Ele afirmou que ainda está refletindo sobre seu destino depois desses 30 dias e diz que não sabe se vai voltar. "Não é agradável o que eu estou passando, não sou moleque, tenho história, compromisso com a história".

O afastamento de Villa foi um dos assuntos mais comentados no Twitter. Ele falou do fato em um breve vídeo no seu canal do Youtube:

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas