Marido de Sasha afirma que Luciano Szafir não está mais com covid

em alta
11.07.2021, 09:40:00
(Foto: Reprodução Instagram)

Marido de Sasha afirma que Luciano Szafir não está mais com covid

Notícia foi compartilhada após visita ao hospital, na noite de sábado (10)

O cantor gospel João Figueiredo, marido da modelo e designer de moda Sasha Meneghel, revelou que o sogro, o ator Luciano Szafir, 52 anos, não está mais com coronavírus. A notícia foi compartilhada após visita ao hospital Copa Star, na Zona Sul do Rio, onde ele está internado, na noite deste sábado (10). Questionado por uma internauta sobre o porquê de ir ver o ator com covid-19, João respondeu que a doença estava vencida.

"O Luciano não está mas com Covid. O CTI que ele se encontra não é mais Covid. Atualmente ele se recupera de uma lesão causada pelo tratamento durante a época que estava com Covid. Enquanto ele estava com Covid, estávamos impedidos de visitá-lo", explicou o cantor, diante da fala da seguidora que perdeu o pai para a doença e não pôde visitá-lo.

Sasha, 22 anos, que é filha de Luciano com a apresentadora Xuxa, antecipou sua volta ao Brasil por conta do estado de saúde do pai. A informação é da revista Quem. A modelo estava nos Estados Unidos com o marido.

Ainda sem previsão de alta
A assessoria de imprensa do ator divulgou, no sábado (10), um comunicado sobre seu quadro de saúde e informou que ainda não há previsão de alta. "O ator e apresentador Luciano Szafir segue internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, mas apresentando melhora evolutiva. Na manhã deste sábado, 10 de julho, o paciente foi retirado da ventilação mecânica, sendo extubado, e agora recebe apenas suplementação de oxigênio. Ainda sem previsão de alta", diz um trecho do texto.

Szafir foi internado no dia 22 de junho após contrair, pela segunda vez, a covid-19. Na primeira infecção, em fevereiro, o artista teve apenas sintomas leves. De acordo com a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Szafir desenvolveu uma trombose no pulmão (embolia pulmonar).

Depois, veio o sangramento espontâneo no abdômen que ocorreu por complicações da terapia anticoagulante. A terapia, usada em pacientes com covid, fez com que a alça intestinal fosse perfurada. A cirurgia serviu para retirar essa alça e limpar toda a cavidade abdominal.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas