Mau tempo suspende travessia Salvador-Mar Grande nesta segunda

bahia
22.10.2018, 06:51:00

Mau tempo suspende travessia Salvador-Mar Grande nesta segunda

Não há previsão de quando o serviço vai ser retomado

O mau tempo em Salvador mantém a travessia Salvador-Mar Grande suspensa nesta segunda-feira (22). O serviço parou de operar neste domingo (21), por causa do mar agitado.

As escunas de turismo que fazem o "Passeio às Ilhas" também não estão operando. Não há previsão de quando o serviço vai ser retomado, de acordo com a Astramab. Já na travessia Salvador-Morro de São Paulo, as operações ocorrem com os catamarãs fazendo conexão em Itaparica. 

Os catamarãs vão sair normalmente do Terminal Náutico, param em Itaparica, de onde os passageiros desembarcam e seguem de ônibus até a Ponta do Curral, em Valença, e fazem a travessia em lanchas até o Morro. Os horários dos catamarãs são, saindo do Terminal Náutico, às 9h, 10h30, 13h e 14h30. O preço da passagem custa R$ 95,20 e a duração da viagem, com conexão, é é de 3h20 - uma hora a mais que o tempo normal, com o percurso direto.

Já o sistema ferry-boat, que faz a travessia Salvador-Itaparica, está funcionando normalmente nesta segunda.

Previsão do tempo
De acordo com o Inmet, a temperatura mínima pode chegar 22ºC nesta segunda, e a máxima, 28ºC. 

A previsão é de que as chuvas continuem até esta terça-feira (23), de acordo com a Codesal.

Interior
As fortes chuvas também chegaram ao interior do estado neste fim de semana. Em Alagoinhas, a 108km de Salvador, somente no domingo choveu 60 mm, volume previsto para todo o mês de outubro. Por causa disso, diversos bairros ficaram alagados.

Em nota, a prefeitura afirmou que montou uma força-tarefa e que intensificou o trabalhos das equipes. " Em uma ação integrada, profissionais da Secretaria de Infraestrutura, da Secretaria de Serviços Públicos e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) foram a campo para a recuperação de pontos emergenciais".

(Foto: Aragão Notícias)

As operações estão sendo realizadas nos bairros mais afetados, que são região da Cavada, no Silva Jardim, em Nova Esperança, no Inocoop I, em Mãe Cirila e no Parque da Jaqueira. 

As equipes operam com retroescavadeiras e caminhões, ainda de acordo com a prefeitura, "para minimizar os danos causados pela chuva intensa e concentrada, sobretudo nas áreas que tradicionalmente registram situações de alagamento".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas