MEC anula questão do Enem que já tinha saído em vestibular no Paraná

enem
12.11.2018, 20:26:55
Atualizado: 09.07.2019, 18:24:01

MEC anula questão do Enem que já tinha saído em vestibular no Paraná

A questão foi elaborada em 2012 para o Inep e usada em 2013 por universidade

O Ministério da Educação (MEC) anulou uma questão da prova de Matemática e suas Tecnologias do Enem 2018 que foi aplicada neste domingo (11). A decisão aconteceu após constatar que o item já tinha saído em vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O MEC informou que instaurou sindicância para apurar responsabilidades.

Foto: EBC

A questão da prova foi formulado por um professor que compõe o Banco de Elaboradores de Itens do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e, em decorrência do descumprimento dos requisitos de ineditismo e sigilo, a questão está anulada.

A questão foi elaborada em 2012 para o Inep, pelo professor que, à época, estava vinculado à UFPR. No entanto, posteriormente, em 2013, foi utilizada no vestibular da própria Universidade, para ingresso em 2014, o que não deveria ter ocorrido.

O Ministro da Educação, Rossieli Soares, contatou o Reitor da UFPR, Ricardo Fonseca, que colocou a Instituição à disposição para colaborar com a apuração. A Universidade havia celebrado um Acordo de Cooperação Técnica com o Inep para integrar o processo de elaboração e revisão de itens do Banco Nacional de Itens (BNI).

Em nota, o MEC informou que a Comissão de Sindicância irá apurar o ocorrido, que pode culminar em instauração de processos administrativo, cível e/ou criminal. "O Inep investe todos os anos em mecanismos de detecção de conteúdos plagiados e, com o ocorrido, irá reforçar procedimentos que garantam os requisitos de ineditismo e originalidade dos itens que compõem o BNI", diz o comunicado.

Veja lista com o número da questão anulada em cada caderno de prova do Enem 2018:

Caderno Amarelo – 150;
Caderno Cinza – 170;
Caderno Azul – 163;
Caderno Rosa – 180;
Caderno Laranja – 150;
Caderno Verde – 150.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas