Médico se nega a usar máscara em consulta: 'Ar vai cozinhar seus miolos'

brasil
07.04.2021, 11:24:00

Médico se nega a usar máscara em consulta: 'Ar vai cozinhar seus miolos'

Caso foi no interior de SP; funcionária diz que comportamento negacionista é frequente

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um médico ortopedista e traumatologista foi filamdo por uma paciente quando se recusava a usar máscara durante uma consulta em Franca, no interior de São Paulo.

As imagens mostram a mulher tentando convencer o profissional a usar o item de proteção facial, mas ele se recusa de maneira enérgica e ainda ironiza a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) pelo uso da peça. 

"O senhor vai me desculpar, mas o senhor não pode atender sem máscara", começa a paciente. 

O médico nega e recomenda que a paciente assista menos televisão. "Eu não vou colocar máscara não, sabe por quê? Deus me deu uma cabeça boa, eu não vou estragar ela com uma máscara. Esse ar que você tá respirando aí vai cozinhar os miolos. Fica tranquila, para de assistir televisão, é o que eu posso te falar".

Ela argumenta que a máscara é importante e fala do medo de pegar a covid-19. "O senhor está sem máscara, atendeu um monte de gente antes de mim, o senhor pode ter pegado", diz a mulher. Ela lembra que é obrigatório o uso da máscara e ele diz para ela denunciá-lo.

"O senhor não pode ser irônico dessa forma", pede a paciente. "Não tô sendo irônico, tô sendo sincero, pode me prender", responde o médico.

A paciente diz que ele está colocando não só ela, como a família dela, em risco. Veja o vídeo, em reportagem da Record:

Recusa
Segundo o Uol, funcionários da clínica dizem que o médico sempre se recusa a usar máscara e seguir outras orientações sanitárias do local. Apesar disso, nenhuma medida é tomada contra ele na clínica. "Ele vai continuar atendendo porque a prefeitura não vai suspendê-lo e ele não aceita orientação", acredita uma funcionária ouvida. 

A prefeitura de Franca diz que ele já foi advertido. "A Prefeitura de Franca informa que já advertiu o profissional sobre o cumprimento dos protocolos sanitários e, assim tem orientado a todos os seus colaboradores. O caso relatado foi encaminhado à Secretaria de Saúde para melhor apuração dos fatos e adoção das medidas administrativas cabíveis".

O médico não foi localizado para comentar o assunto.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas