Medidas restritivas são prorrogadas no Nordeste e voltarão a São Cristóvão

coronavírus
13.08.2020, 12:13:00
Atualizado: 13.08.2020, 12:26:30
São Cristóvão terá ação novamente (Marina Silva/Arquivo CORREIO)

Medidas restritivas são prorrogadas no Nordeste e voltarão a São Cristóvão

ACM Neto justificou com números as duas ações: "Muito preocupantes"

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As medidas restritivas no Nordeste de Amaralina serão prorrogadas por mais sete dias e a ação também vai voltar ao bairro de São Cristóvão, anunciou nesta quinta-feira (13) o prefeito ACM Neto. Falando durante a inauguração do Caminho da Fé, Neto afirmou que os números de casos de covid-19 nos dois bairros estão preocupantes.

"Estamos há cinco semanas no Nordeste, no entanto o número de casos positivos não se reduz. Estamos com mais de 36% dos casos positivos", disse ele, afirmando esperar que essa seja a última semana da prefeitura na região. "Sei que os comerciantes estão sofrendo bastante pela suspensão das atividades econômicas, no entanto não temos outro caminho. Se a gente não conseguir reduzir esse número de casos, não temos como sair de lá", justificou.

Ele também citou números para falar do retorno a São Cristóvão. São 1245 casos de covid-19, 255 somente neste mês de agosto e 168 em sete dias. "Não dá. Estamos com número alto, muito alto, muito preocupante. Quando a gente olha os bairros estão tendo maior número de casos nos últimos 30 dias e 7 dias os campeões são Pernambues, Nordeste, Santa Cruz e São Cristóvão. Pernambués, Nordeste e Santa Cruz nós já estamos. E como São Cristóvão tá lá em cima, com essa quantidade tao grande de casos, vamos entrar".

As medidas passam a valer em São Cristóvão a partir do sábado (15).

Restrições
Nos bairros com as medidas, fica suspensa a realização de qualquer atividade econômica, formal e informal, só sendo permitido o funcionamento de daquelas consideradas essenciais, a exemplo de supermercados, farmácias e estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery, sem retirada no local, além de serviços de saúde.

Além disso, os bairros recebem ações de proteção à vida que consistem na distribuição de cestas básicas para trabalhadores informais e entidades sociais que atuam na região, e de máscaras de proteção para a comunidade. Também são ofertados testes rápidos para detecção do coronavírus, medição de temperatura, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e Cras Itinerante.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas