'MendiGato do DF': perfis falsos tomam conta das redes após personal flagrar traição

em alta
16.03.2022, 13:52:00
(Reprodução)

'MendiGato do DF': perfis falsos tomam conta das redes após personal flagrar traição

Caso aconteceu em Planaltina, no Distrito Federal

Embora a criação de perfis falsos com informações pessoais de terceiros seja considerada motivo para até 1 ano de prisão, isso não impediu os internautas de tentarem ganhar seguidores em cima da maior polêmica dos últimos dias nas redes sociais: o caso do personal trainer que descobriu a mulher tendo relações sexuais com um homem em situação de rua. Dezenas de perfis já foram criados, e o termo "mendigato" já é um sucesso no Instagram. O caso aconteceu em Planaltina, no Distrito Federal.

Após o personal trainer flagrar a esposa tendo relações com o homem em um carro, ele iniciou uma sessão de socos e pontapés. Posteriormente, afirmou que tratava-se de um estupro, uma vez que a mulher estaria em situação de surto psicótico. As imagens, gravadas por uma câmera de segurança, viralizaram. Agora, memes, nomes, e fotos dos envolvidos já circulam por toda a internet.

Só no Instagram, há mais de 50 contas com as informações pessoais dos três. A criação de perfis com informações pessoais de terceiros sem autorização pode ser considerada crime de falsidade ideológica, de acordo com o artigo 309 do Código Penal Brasileiro (CBP). A pena é de prisão por até 1 ano.

A Polícia Civil do DF investiga as circunstâncias.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas