Menino de 3 anos morto nos Jardins, área nobre de SP, tinha marcas de agressão

em alta
10.05.2021, 19:43:55
Atualizado: 10.05.2021, 19:55:51

Menino de 3 anos morto nos Jardins, área nobre de SP, tinha marcas de agressão

Criança sofreu parada cardíaca em casa. Mãe e avó foram levadas à delegacia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A polícia de São Paulo investiga a morte de um menino de 3 anos, nesta segunda-feira (10), após ele sofrer uma parada cardiorrespiratória dentro de casa, na rua Alameda Joaquim Eugênio de Lima, no bairro dos Jardins, área rica de São Paulo. A suspeita é de que ele foi vítima de agressão.

Segundo o portal R7, a Polícia Militar foi acionada pela irmã da vítima, uma menina de 13 anos. O menino foi encontrado com diversos machucados pelo corpo e sem batimentos cardíacos.

Uma equipe do Samu tentou reanimar a criança, que foi levada ao Pronto Socorro da Pediatria do Hospital das Clínicas, mas morreu antes mesmo de chegar ao local, conforme relato de um dos médicos ao Cidade Alerta, da Record TV.

Segundo o profissional, a avó e a irmã receberam os socorristas e disseram que não sabiam o que tinha acontecido com o menino. 

De acordo com informações preliminares, o menino estava com água nos pulmões e com um ferimento na testa.

Uma testemunha disse à Record TV que antes de morrer a criança teria ido à janela e balançado uma toalha azul. Moradores da região contaram que mãe e filho costumavam passear pela região todas as tardes e a relação entre os dois aparentava ser harmoniosa. 

A mãe e a avó da criança foram levadas ao 78º Departamento de Polícia (Jardins). A avó foi liberada após prestar esclarecimentos. A mãe, que foi encontrada no banheiro da residência, em estado de choque, ainda não conseguiu depor.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas