Menino de 6 anos morre após comer bolo envenenado pela tia

bahia
16.10.2017, 11:50:48
Atualizado: 16.10.2017, 19:34:48

Menino de 6 anos morre após comer bolo envenenado pela tia

Caso aconteceu em Santo Estevão, no Centro-Norte baiano, neste domingo

Luis Felipe Moura Teixeira Conceição, 6 anos, morreu após comer um bolo envenenado na casa da avó, na zona rural de Santo Estevão, no Centro Norte do estado. O caso aconteceu no final da tarde deste domingo (15), na Fazenda Paulista.

Segundo a delegada Camila Guimarães, da Delegacia de Santo Estevão, a tia, que tem esquizofrenia, é suspeita de ter envenenado o bolo. "Como é esquizofrênica, ela não faz isso com o intuito de matar alguém. Ela já envenenou vários animais e também colocou veneno no leite da casa. Em uma dessas vezes, o pai consumiu o leite e acabou passando mal", explicou.

Luis Felipe chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal de Santo Estevão, mas não resistiu e morreu na unidade. Segundo a delegada, ninguém mais consumiu o bolo contaminado.

A tia, identificada como Terezinha Moura Teixeira, 50, é acompanhada no Centro de Atenção Psicossocial (Caps), segundo informou a família à polícia. "No dia 4 de setembro, quando o pai bebeu o leite envenenado, ela ficou internada em Feira de Santana, mas recebeu alta e voltou para casa", disse a delegada.

Após ouvir a suspeita, a delegada vai instaurar um inquérito de incidente de insanidade mental, e solicitar à Justiça que ela seja encaminhada para Salvador e fique internada em um hospital psiquiátrico.

O corpo de Luis Felipe foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas