Menor da América Latina, apartamento de 10 m² em São Paulo custa R$ 200 mil

em alta
06.07.2022, 12:01:27
(Foto: Reprodução/YouTube/Vitacon )

Menor da América Latina, apartamento de 10 m² em São Paulo custa R$ 200 mil

Espaço conta com banheiro, cozinha e dormitório

10 m² é, geralmente, o tamanho de um cômodo, como um quarto. No entanto, um apartamento lançado em 2017, na cidade de São Paulo, tem esse tamanho. Além disso, ele custa o preço de um carro de luxo.

A unidade viralizou nas redes sociais e levantou o debate sobre o alto preço dos imóveis em São Paulo. 

Tudo começou após o corretor de imóveis Gutemberg Albuquerque postar um vídeo do imóvel. Ele afirma que a unidade tem espaço para cozinha, banheiro e dormitório, sem armários nem mobília, está avaliado em R$ 200 mil. A postagem já teve mais de 153 mil visualizações no TikTok e se espalhou por outras redes sociais. O banheiro, com boxe, pia e privada é separado apenas por um vidro transparente e bem próximo da pia da cozinha.

Trata-se do menor apartamento da América Latina, segundo a Vitacon, responsável pelo empreendimento chamado de VN Nova Higienópolis. O imóvel está localizado em Santa Cecília, na região central da capital paulista, e o valor do metro quadrado hoje é de R$ 15 mil em média.

No final de semana em que o empreendimento foi lançado, há cinco anos, as 72 unidades de 10 m² foram totalmente vendidas por R$ 99 mil, principalmente para investidores com foco no mercado de locação de imóveis.

Segundo a Vitacon, o público morador é formado por jovens solteiros, estudantes ou profissionais liberais, que alugam o apartamento para ficar próximos da região central de São Paulo e ter praticidade no dia a dia. O empreendimento oferece em sua área comum espaços compartilhados como coworking, cokitchen, lavanderia, academia e cinebar.

"Sabendo que o espaço é reduzido, nós complementamos os 10 m² com áreas comuns compartilhadas, as quais funcionam como uma extensão de casa, já que são repletas de serviços para os usuários", afirma a Vitacon.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas