'Meu maior fracasso é que insisto em transar com homem', diz ex-BBB Marcela

em alta
02.10.2020, 08:56:43
Atualizado: 02.10.2020, 09:00:58
(Foto: Reprodução)

'Meu maior fracasso é que insisto em transar com homem', diz ex-BBB Marcela

Sexóloga apresenta programa 'Prazer Feminino' com Karol Conka

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Marcela McGowan e Karol Conka estrearam nesta quinta-feira (1) o programa "Prazer Feminino", apresentado pela dupla no GNT. No início da atração, a ex-BBB fez uma brincadeira com seu histórico no sexo.

"O maior orgulho do meu currículo sexual é que eu não vou na performance. Eu me entrego, eu vivo o momento, meu currículo é diverso, então eu vou experimentando o que eu tô com vontade. Meu maior fracasso é que eu ainda insisto em transar com homem! Não consigo superar essa página aí da minha vida."

Karol Conka riu e apresentou um argumento em defesa dos homens. "Ah, eles são gostosinhos!"

Karol e Marcela debateram com Titi Müller, Roberta Rodrigues e Giovanna Heliodoro sobre uma questionamento que rodou o Twitter nos últimos meses: a quantidade de pessoas com quem você já transou influencia na qualidade do sexo?

Todas discordaram dessa ideia, e Marcela contou que já teve um parceiro que se preocupava com isso: ele perguntou no meio da transa onde ela havia aprendido a fazer determinada coisa! Karol ficou abismada:

"Ah não! Isso é obsessão, insegurança, narcisismo, ego afetado… Tudo o que fede. Não é legal."

A apresentadora Titi Müller contou que costuma usar brinquedos sexuais com parceiros, e alguns já se incomodaram com isso. Ela também sugeriu que curte usar os brinquedos nos homens!

"Vários caras têm um pouco de resistência, eu acho que até por machismo mesmo, uma insegurança de usar brinquedinhos. Mas eu adoro também introduzir na relação, se é que vocês me entendem! Bora explorar todos esses orifícios aí!"

Para a atriz Roberta Rodrigues, o que define a boa transa é a conexão: "Se resume no respeito, né? Você se conhecer e se respeitar, e ter essa empatia de entender o outro".

A historiadora Giovanna Heliodoro, do canal "Trans Preta" no YouTube, concorda: "A troca se faz até na sinergia, sabe? Quando você dá aquela olhada. Tem gente que eu olho e me dá um tesão só de olhar!"

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas