Ministério do Meio Ambiente confirma reunião da ONU em Salvador

salvador
19.05.2019, 17:21:00

Ministério do Meio Ambiente confirma reunião da ONU em Salvador

Em nota, órgão diz que a decisão foi tomada após conversas com o Itamaraty e com o prefeito de Salvador, ACM Neto

Seis dias após anunciar o cancelamento da realização da Climate Week (Semana Climática) América Latina e Caribe em Salvador, o Ministério do Meio Ambiente confirmou o evento da Convenção da ONU sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC).

Em nota à imprensa, o Ministério do Meio Ambiente, comandado por Ricardo Salles (Novo-SP), diz que a decisão foi tomada após conversas com o Itamaraty e com ACM Neto (DEM), prefeito de Salvador, que havia se manifestado contra o cancelamento do evento, marcado para os dias 19 a 23 de agosto deste ano.

Ao justificar a decisão na última terça-feira (14), Salles chegou a dizer ao blog de Andréia Sadi que o encontro seria apenas uma oportunidade para que os participantes fizessem turismo em Salvador e comessem acarajé.

De acordo com o comunicado, órgão federal “decidiu formular proposta com ênfase na Agenda de Qualidade Ambiental Urbana e no Pagamento por Serviços Ambientais, através de instrumentos financeiros que visem dar efetividade econômica às atuais e futuras ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas no Brasil”.

Na mesma oportunidade, o ministério afirmou que o Brasil participará da COP-25, a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, que seria realizado no fim de ano no Brasil mas que foi transferida para o Chile após o presidente Jair Bolsonaro desistir de sediar o evento.

Também em nota, o prefeito ACM Neto elogiou, neste domingo, a decisão: “O ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) foi muito sensível e compreendeu a importância econômica e social do evento para a nossa cidade. Aproveito a oportunidade para elogiar o empenho do ministro e do governo federal”, disse o político.

Na semana passada, logo que tomou conhecimento do cancelamento do evento em Salvador, ACM Neto usou as suas redes sociais para dizer que a Prefeitura tinha o interesse em manter a conferência em Salvador. “Felizmente, tudo deu certo e hoje houve a confirmação. Como prefeito, estou muito feliz por ajudar a trazer mais um grande evento para a nossa cidade”.

Ele disse também que Salvador está preparada para receber os dirigentes da ONU, pesquisadores e demais congressistas. “Em conjunto com o governo federal, vamos trabalhar para que possamos fazer uma excelente conferência”.

Para o presidente da Salvador Destination, esse "é um bom evento para nosso destino, movimentando toda cadeia produtiva do turismo, gerando emprego e renda". "Ainda bem que o prefeito ACM Neto tomou a frente, chamou para si a responsabilidade e convenceu o ministro a realizar a semana do clima aqui. Nós, do Trade, achamos importante, porque além da parte financeira que é extremamente importante para a economia da cidade, tem a parte de mídia que isso vai gerar: algo imensurável para o turismo da cidade", afirmou Silvio Pessoa, presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA).

Leia o comunicado do Ministério do Meio Ambiente:

"O Ministério do Meio Ambiente, através de entendimentos mantidos nesses últimos dias com o Prefeito de Salvador, o Ministro das Relações Exteriores e o novo Secretário-Executivo do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas, decidiu formular proposta com ênfase na Agenda de Qualidade Ambiental Urbana e no Pagamento por Serviços Ambientais, através de instrumentos financeiros que visem dar efetividade econômica às atuais e futuras ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas no Brasil, a serem discutidas e apoiadas na Climate Week, em Salvador, bem como nos eventos subsequentes até a COP25, no Chile, os quais deverão contar com a participação deste Ministério do Meio Ambiente e do Ministério das Relações Exteriores."

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas