Ministro do STF arquiva inquérito contra Moreira Franco por uso de passagens

brasil
07.10.2017, 20:34:00
Atualizado: 07.10.2017, 22:56:09
Moreira Franco respondia a inquérito sobre uso indevido de passagens quando era deputado federal (Elza Fiuza/Agência Brasil)

Ministro do STF arquiva inquérito contra Moreira Franco por uso de passagens

Arquivamento foi feito a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou um dos inquéritos na Corte que têm como alvo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. Nessa investigação, ele havia sido denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por uso indevido de verba para passagens aéreas.

O arquivamento foi feito a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para quem os supostos crimes já prescreveram. Para ela, pelo fato de Moreira Franco ter mais de 70 anos, não haveria mais a possibilidade de sentença no processo.

A denúncia dizia respeito a bilhetes emitidos em 2007 e 2008, quando Moreira Franco era deputado federal.

Após investigar o caso, o Ministério Público Federal (MPF) apresentou uma série de denúncias por peculato e desvio de verbas da administração pública contra cerca de 400 parlamentares e ex-parlamentares acusados de utilização indevida de recursos destinados à compra de passagens aéreas.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas