Miss Praia Subúrbio estreia dando oportunidade para modelos brilharem

correio afro
10.01.2022, 05:30:00
Nicole Santos (esq.), Tamires Souza (meio) e Patricia Cerqueira (dir.) formaram o pódio do concurso, que teve 7 modelos na disputa (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Miss Praia Subúrbio estreia dando oportunidade para modelos brilharem

Sete candidatas lutaram pelo título nesse domingo, desfilando moda praia

Desistir não é uma opção. E o cenário inspirava a lutar por coisas boas: de frente para o mar calminho da Baía de Todos-os-Santos, em plena praia de Periperi, o clima era bem quente apesar do sol tímido entre nuvens. Da areia, quem prestava atenção via várias modelos desfilando na Varanda do Gaji durante a primeira edição do Miss Praia Subúrbio.

Tirar o projeto do papel era um sonho do idealizador, Ualisson Costa, scouter que movimenta a cena de moda da cidade com ações voltadas para revelar talentos vindos do Subúrbio. Ele também é criador do concurso Miss e Mr. Subúrbio, de onde saíram nomes como Elson Lima, hoje trabalhando em São Paulo e que foi um dos jurados da competição desse domingo.

"A ideia de fazer um concurso Miss Praia Subúrbio é para valorizar nosso Subúrbio e as praias lindas que temos. Não é só a Praia do Centro que é bonita. Temos muito a oferecer. Temos meninas incríveis e maravilhosas buscando oportunidades e aqui nós lutamos para oferecer isso", contou Ualisson.

Ualisson Costa é o produtor Miss Praia Subúrbio, que teve sua primeira edição realizada nesse domingo (9) (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Sete meninas competiram pelo título: Nicole da Silva Santos, Lenita Silva, Shanaya Souza, Tamires Souza, Yasmin Aidê, Bianca Bispo e Patrícia Cerqueira. As meninas fizeram dois desfiles, com possibilidade de mudar de look entre uma aparição e outra, e o objetivo era impressionar nomes como o supracitado Elson e a vice-campeã do último Miss Subúrbio, Samira Mahara.

Sete modelos disputaram a faixa de Miss Praia Subúrbio (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

O top 3 foi formado pela vencedora Tamires Souza, 19, moradora do Alto de Coutos; a vice-campeã Patrícia Cerqueira, 18, que disputou um concurso pela primeira vez; e a caçulinha do pódio, Nicole Santos, de 17 anos. Todas usaram looks bem praianos, fazendo uma homenagem ao nome do concurso: maiôs, viseiras, sandálias, óculos escuros e cangas. 

"É sempre bom valorizar o Subúrbio, nossas belezas. É um lugar enorme, de muita diversidade e as meninas precisam ter oportunidades de mostrar quem elas são. A moda pode ajudar a mudar de vida, a transformar famílias", disse Samira.

Extrovertida, Samira arrancou risadas dos jurados durante a premiação. Ela foi 2ª colocada no último Miss Subúrbio (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Emoção
Apresentador do evento, Ednei William participou do Afro Fashion Day em 2020 e repetiu diversas vezes que o Miss Praia Subúrbio é um evento de acolhimento. "Temos muita dificuldade em conseguir espaços como modelos. Quando ouvem que são modelos do subúrbio, há um preconceito muito grande, não esperam coisa boa e iniciativas assim mostram como somos talentosos", contou.

Essas palavras certamente contribuíram para o clima de emoção que rondou a Varanda do Caji na hora da premiação. A reação das pessoas que estavam assistindo antecipou bem o resultado final, com Tamires campeã. Moradora do bairro de Alto de Coutos, ela fez o primeiro desfile com um biquíni e canga preta, antes de voltar para a passarela na segunda passagem com um maiô em laranja neon. De cara, conquistou simpatia da torcida e dos jurados com a atitude que desfilou. 

Ovacionada, Tamires levou o título do primeiro Miss Praia (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

A vencedora foi uma das que desabaram no choro após o resultado. "É uma sensação maravilhosa, meu primeiro concurso do ano. Entrei em 2022 com o pé direito. Eu não estava apostando nada em mim, mas entrei de cabeça e deu tudo certo. Eu venci, com apoio dos jurados. Deixo a mensagem de sempre acreditar", disse Tamires.

A modelo iniciou a carreira há dois anos e diz viver uma rotina de cobrança, dedicação e muita luta. O sonho dela é ter oportunidades para desfilar e mostrar o talento que tem. "Temos muitas dificuldades, mas é daí que precisamos tirar nossa força e sair nos jogando. Iniciativas como essa são muito importantes. Nós, suburbanas, não somos muito vistas. As pessoas quando sabem que somos daqui nos colocam de escanteio. Eu quero superar isso, ir para o centro levando o orgulho de onde eu vim", afirmou a vencedora. 

A mais chorona do pódio era Patrícia Cerqueira, vice-campeã, de 18 anos. Foi o primeiro concurso da vida da garota, que fazia questão de mostrar a felicidade de quem não acreditava em si mesma, mas decidiu enfrentar o próprio medo e se desafiar. Para ela, o Miss Praia Subúrbio foi como oxigênio: permitiu viver.

"Por ser o meu primeiro, desacreditava de mim. Eu sou muito grata por ser modelo da Ual Produções e eu vou além. Eu tou fazendo um curso para depois ingressar numa empresa e depois quero investir em minha carreira de modelo, focar no inglês para viajar pelo país", disse.

Tamires e Patricia não conseguiram conter a emoção após o anúncio do resultado final (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Até quem ficou fora do pódio comemorava, como foi o caso da modelo Bianca Bispo, que ficou no quarto lugar. Para a garota, foi motivo de felicitação ver colegas como Tamires e Patricia se desenvolvendo a ponto de vencerem o concurso.

Tamires foi a vencedora do concurso
Tamires foi a vencedora do concurso (Foto: Paula Fróes/CORREIO)
Antes do desfile, duas marcas (JKM Moda e DR Store) fizeram desfiles. A JKM levou para a passarela uma coleção Kids
Antes do desfile, duas marcas (JKM Moda e DR Store) fizeram desfiles. A JKM levou para a passarela uma coleção Kids (Foto: Paula Fróes/CORREIO)
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)
Grupo Next Dance fez apresentação antes do concurso
Grupo Next Dance fez apresentação antes do concurso (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

No final das contas, o concurso foi mais uma celebração que competição. Ali, importante era ver a oportunidade sendo criada para pessoas que diariamente recebem portas fechadas - e mesmo assim continuam estudando e se qualificando para buscar seus sonhos, quebrar preconceitos e mudar trajetórias.

As três primeiras colocadas ganharão um book fotográfico, custeado pela produção do concurso. Vencedora, Tamires terá mais moral: ganha uma bolsa de estudo em um curso profissionalizante, terá um ano de academia paga e ainda vai representar o Subúrbio no Miss Recôncavo, que acontece no próximo dia 5 de fevereiro.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas