Missa marca os 107 anos de trajetória de Santa Dulce, alcançados nesta quarta (26)

bahia
26.05.2021, 17:10:00
Atualizado: 26.05.2021, 17:17:23
(Foto: OSID/Divulgação)

Missa marca os 107 anos de trajetória de Santa Dulce, alcançados nesta quarta (26)

Ocasião também celebrou os 62 anos de fundação das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID)

Nesta quarta-feira (26), se estivesse viva, Santa Dulce dos Pobres completaria 107 anos de vida. Para marcar a ocasião, uma missa foi celebrada pela manhã no Santuário Santa Dulce dos Pobres, que completa 10 anos de dedicação nesta quinta (27)

A missa celebrada hoje também marcou os 62 anos de fundação das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID). A cerimônia religiosa foi presidida pelo frei Gilson de Jesus Marinho, ministro provincial dos Capuchinhos da Bahia e Sergipe, e concelebrada pelo frei Giovanni Messias, reitor do Santuário Santa Dulce dos Pobres; junto com frei Mário Erky, capelão da OSID, e frei João Paulo.

Um dos momentos mais marcantes da celebração foi a procissão com colaboradores da OSID, que entraram com rosas nas mãos para depositar aos pés da imagem de Santa Dulce. Na ocasião, os funcionários pediram a intercessão da Mãe dos Pobres para permanecer guiando os osidianos pelo caminho do Amar e Servir. 

Missa desta quarta (26) marcou 107 anos de Santa Dulce e 62 anos da OSID (Foto: Divulgação)

A celebração contou com a presença da superintendente das Obras Sociais, Maria Rita Pontes; do presidente do Conselho de Administração da OSID, José Carvalho, do conselheiro Ivan Leão e do ex-presidente do Conselho,  ngelo Calmon de Sá. Também estiveram presentes a irmã de Santa Dulce dos Pobres, Ana Maria Lopes Pontes; a vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, além de profissionais da OSID, religiosos, devotos e admiradores do Anjo Bom.

As obras sociais

A OSID foi fundada em 1959, por Santa Dulce dos Pobres. Nasceu num humilde galinheiro do Convento Santo Antônio, local onde ela passou a acolher pobres e doentes recolhidos das ruas de Salvador. 

Na instituição, hoje com 954 leitos hospitalares para o atendimento de patologias clínicas e cirúrgicas, são realizados cerca de 3,5 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Idosos, pacientes com deficiência e deformidades, pessoas em situação de rua, usuários de substâncias psicoativas, além de crianças e adolescentes em situação de risco social são assistidos na OSID. 

O Anjo Bom da Bahia

Irmã Dulce, em celebração presidida pelo Papa Francisco, no Vaticano, no dia 13 de outubro de 2019, foi elevada aos altares na condição de Santa Dulce dos Pobres. 

Quando faleceu, em 13 de março de 1992, deixou um legado não apenas de fé, mas um conjunto de obras de caridade e assistência que ergueu graças a seu incansável trabalho de doação aos mais pobres.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas