Missa virtual marca 275 anos da vinda da imagem do Senhor do Bonfim

coronavírus
18.04.2020, 12:58:00

Missa virtual marca 275 anos da vinda da imagem do Senhor do Bonfim

Sem a presença física dos fieis, Basílica teve redução de 80% na arrecadação para suprir as despesas
Foto: CORREIO/Bruno Wendel

O som dos aplausos não tinha a mesma força, e as vozes não formavam um coro vibrante. Apenas seis pessoas, incluindo o padre, estavam na Basílica Santuário do Senhor do Bonfim no dia que é celebrada a memória dos 275 anos da chegada da imagem do Senhor do Bonfim a Salvador. No entanto, a missa, sem a presença dos fiéis por causa da pandemia, foi transmitida através das redes sociais e do rádio.

"Nós acreditamos na comunhão da fé. Hoje estávamos em comunhão com milhares pessoas. É como se a igreja fosse ampliada. Me sinto bastante próximo pela certeza que estamos ligados pelo vínculo da fé", disse o reitor da Basílica, padre Edson Menezes da Silva, que celebrou a missa usando máscara.  

Para ele, celebrar os 275 da chegada da imagem é renovar o compromisso com a devoção, a fé e a certeza de dias melhores diante da pandemia. "Ele nos tem concedido muitas graças durante os 275 anos. Eu sempre digo: 'não sei o que seria de Salvador sem a imagem do Senhor do Bonfim, que é para todos nós símbolo de misericórdia e de compaixão de Deus'. Então, é um ponto de fortalecimento de nossa fé e da compaixão para que as pessoas possam seguir firmes no isolamento social e combater esse vírus", disse o padre após celebração. 

Missa
Na manhã deste sábado (18), o padre Edson celebrou uma missa às 7h20 - os fiéis acompanharam a transmissão através das redes sociais do Santuário (Facebook: @basilicasantuariodosenhordobonfim), pela WebTv do Bonfim (canal do YouTube) e pela Rádio Excelsior da Bahia. A máscara era retirada com cuidado em momentos específicos, como o da comunhão, ocasião em que a hóstia consagrada é ingerida. 

A Basílica Santuário do Senhor do Bonfim convocou os fiéis a participarem de um tríduo preparatório, que iniciou dia 15 (quarta) e seguiu até o dia 17 (sexta), sempre às 18h. Coube a cada fiel rezar em casa com a família a oração do santo terço, preces espontâneas e, ao final, a oração do Ano Jubilar. 

Além do padre, a missa contou com a presença de voluntários da liturgia, como Karina Martins, 62. "Estamos aqui para fortalecer ainda mais a nossa fé, ainda mais nesse momento tão crítico que vivemos. Mas temos fé em Nosso Senhor do Bonfim que tudo isso vai passar", disse ela. 

O ponto alto das comemorações pelo Jubileu dos 275 anos da chegada da imagem do Senhor do Bonfim foi adiado para o dia 22 de novembro, quando a Igreja celebrará a Solenidade de Cristo Rei. A nova programação será divulgada posteriormente. 

Despesas
Apesar da missa virtual, o padre não esconde a importância da presença dos fiéis. "A presença física de uma pessoa é importante por que fortalece a igreja. O papa vem falando da valorização do encontro, faz parte da mística de Cristo. Temos a certeza da comunhão da fé que nos fortalece e nos alegra também", declarou o religioso, que em seguida apontou um outro problema. "Estamos hoje com falta de recursos por causa da presença física dos fiéis", disse. 

A declaração do religioso é enfatizada pelo tesoureiro da irmandade da Devoção do Senhor Bom Jesus do Bomfim, responsável pela administração da Basílica, Tomaz Gonçalves de Jesus Melo. "Desde que a pandemia chegou, tivemos uma redução de 80% da arrecadação, mas continuam os pagamentos de funcionários, água, luz, felefone e outras taxas", explicou. 

Imagem 
Theodózio Rodrigues de Faria, capitão-de-mar-e-guerra da marinha portuguesa, fervoroso devoto do Senhor do Bonfim, havia feito uma promessa durante uma tempestade de que, se sobrevivesse, traria para o Brasil as imagens do Senhor Jesus do Bonfim e de Nossa Senhora da Guia. Assim, em 18 de abril de 1745, uma réplica foi trazida da sua terra natal, Setúbal, em Portugal, iniciando a construção da Igreja do Senhor do Bonfim.

Mas não foi somente a igreja que foi construída: neste momento começou, também, o culto ao Senhor do Bonfim e a Nossa Senhora da Guia, com a criação da “Devoção do Senhor Bom Jesus do Bomfim”, Irmandade de leigos reconhecida pelo então arcebispo Dom José Botelho de Matos, presente na fundação da mesma. A capela teve suas obras iniciadas em 1746, e no dia 24 de junho de 1754, após a conclusão das obras internas, a sagrada imagem foi trazida da Capela da Penha para a Colina do Bonfim, em procissão.

Oração ao Senhor do Bonfim pelo jubileu dos 275 anos da chegada de sua imagem a Salvador

Senhor Bom Jesus do Bonfim!
Vossa imagem nos lembra vosso amor e nos revela o rosto misericordioso do Pai. Vossa morte na Cruz é fonte de vida e salvação para todos os povos e nações.
Vossa Cruz é também um convite para vos seguirmos no caminho da santidade.
Queremos, neste jubileu, celebrado aqui, na Colina Sagrada, renovar o compromisso de nossa devoção e de nossa veneração à vossa sagrada imagem.
Queremos proclamar a todos que sois o Filho do Deus vivo, nosso Salvador e Redentor.
Suplicamos vossa proteção e misericórdia para que sejamos guardados e protegidos de todo o mal.
Ensinai-nos, Amado Jesus, Senhor do Bonfim, a cultura do encontro, a cultura da convivência com o diferente, o respeito mútuo e a certeza de que somos todos irmãos.
Com Nossa Senhora da Guia, vos pedimos: “Salva, protege e alumina pelo sinal desta Cruz o coração da Bahia e do Brasil que a vossos pés o amor conduz”. Amém!
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas