Mora com um gamer? Veja 10 dicas para criar uma estação de jogos em casa

coronavírus
21.02.2021, 11:00:00
Mobiliário gamer ficou tão comum nos dias de hoje que pode ser achado até em lojas de móveis usuais. Dá para comprar com tudo combinando (Foto: Mobly/Divulgação)

Mora com um gamer? Veja 10 dicas para criar uma estação de jogos em casa

Do console ou PC até a cadeira gamer, especialistas no assunto destacam o que observar na hora de escolher o equipamento certo para crianças e adolescentes

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

De onde vem o Minecraft? Aquele pai ou mãe que não entende muita coisa sobre o mundo dos gamers, corre aqui porque a brincadeira agora é montar um ‘setup’ para o seu jogador ou jogadora mirim. E os especialistas no assunto aceitaram o desafio e vão dar o comando necessário para criar uma estação de jogos em casa com 10 dicas que devem ajudar na  escolha do equipamento certo - do console ou PC até a cadeira gamer (veja abaixo).

Mas antes de o jogo começar, a fisioterapeuta do Itaigara Memorial Clínica da Dor, Ana Cassia Baião, chama atenção para alguns cuidados ergonômicos na hora de adequar esse ambiente. “Cada vez mais as crianças estão fazendo uso de dispositivos eletrônicos. O conforto é essencial. Prefira uma cadeira que mantenha a coluna da criança apoiada quando sentada, com os pés no chão ou sobre um suporte.  A mesa deve ser acessível e compatível com sua altura”. 

Como todo jogo tem regra, também é preciso impor limites quanto à exposição e tempo de tela. É o que aconselha ainda o neuropsicólogo, Alessandro Marimpietri: “Não abra mão de acordos, do monitoramento constante e  filtragem de conteúdo”. Agora, sim. Já pode dar o start e começar a montar aquela que vai ser a área mais divertida da casa. 

  • 1. Escolha da plataforma

A primeira coisa a considerar é qual é a plataforma que o seu filho quer jogar, como aconselha o presidente da BDS (Beyond Digital Sports), Lukas Walter (LKZ). “Às vezes os pais chegam com um computador, mas o que  a molecada quer é um Xbox  ou um Playstation porque a maioria dos amigos tem. Ele quer jogar online, offline ou um jogo que é exclusivo? Os pais precisam ir em busca dessas informações para comprarem o equipamento certo”, pontua.

  • 2. Nível de grana

É importante pesquisar por informações na internet, especialmente no YouTube e buscar indicações. O desenvolvedor da Aoca Game Lab, Anderson Sampaio, estima que uma estação simples pode ser montada com algo em torno de R$ 2,5 mil. Estações mais robustas, como a série Predator, da Acer, podem passar de R$ 30 mil. “Decida qual o tamanho do investimento para distribuir o orçamento. Também é interessante consultar a avaliação dos compradores nas lojas virtuais”, diz Sampaio.

  • 3. O básico

O instrutor de informática da SuperGeeks na unidade Lauro de Freitas, Henrique Euphrausino, é quem monta a lista dos itens essenciais. Ela inclui um mouse gamer, teclado gamer, monitor grande, uma cadeira confortável, uma mesa onde caiba tudo que o jogador precisa e fones com microfone. “No caso do computador, quanto mais potente, mais jogos novos irão funcionar. Vale se atualizar sempre para  ir aprimorando seus equipamentos e conhecendo novos games”, recomenda Euphrausino.

  • 4. O avançado

No “high end”, recursos como as placas GeForce RTX Série 20 e Série 30, que contam com suporte a tecnologias como Ray Tracing (com uma iluminação extremamente realista) ganham destaque, como afirma o gerente de marketing da NVIDIA, Alexandre Ziebert. A marca, que atua no segmento de computação digital, é desenvolvedora da DLSS, uma inteligência artificial que melhora  a performance dos jogos. “Montar um PC gamer permite personalizar ao máximo a sua experiência”, alega.

  • 5. Espaço em casa

Além de jogador, game designer e Professor da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Danilo Dias também é pai de gamer. O conselho do especialista é evitar montar a estação de jogos no quarto da criança. “Que seja em um canto da casa, um escritório, mas não monte o setup no quarto para isso não impactar na qualidade do sono e na vida desse jogador”. Ainda sobre esse ambiente, escolha um local bem ventilado e com iluminação adequada. “Veja um lugar que não interfira na rotina”, aconselha.

  • 6. Cadeira gamer

Existe uma imensidão de modelos para todos os tipos de jogador, como destaca Henrique Euphrausino, da Super Geeks. No geral, a cadeira gamer é ajustável com regulagem de inclinação, altura e apoio de braços. Além disso,  ela chama atenção pela estética. “São cadeiras projetadas para garantir o conforto nas longas horas que o gamer passa jogando. DT3, DXRacer e a Noblechairs estão entre as marcas mais importantes. Os preços variam entre R$ 1 mil até R$ 3,3 mil”. 

  • 7. TV ou monitor? 

Quem tira a dúvida é Alexandre Ziebert, da NVIDIA: “Coloque sempre o televisor no ‘modo jogo’. TVs mais novas, com HDMI 2.1, possuem suporte a taxas de atualização mais altas, como 4K a 120Hz, portanto, suportam a tecnologia NVIDIA G-SYNC, que elimina cortes na imagem”, explica Ziebert. Pode   usar também o PC como console, ligado a TV com um joystick sem fio. “Para isso, os notebook gamer são ideais. São várias opções com GeForce GTX Série 16 (como a GTX 1650 e a GTX 1660Ti) e RTX Série 20 (como a RTX 2060)”.

  • 8. O coração do PC gamer

É muito importante levar em consideração a escolha da placa de vídeo (GPU), que basicamente é o coração do PC gamer. “Cada equipamento tem sua função para melhorar a experiência de jogo, mas o fundamental para rodar o jogo com boa qualidade  é a placa de vídeo. Placas como a GeForce GTX 1650 Super têm se tornado muito populares por serem capazes de rodar com qualidade até os jogos mais recentes”, indica Alexandre Ziebert, da NVIDIA.

  • 9. Tendências

Entre as novidades, Henrique Euphrausino, da Super Geeks, destaca  o Among us. “O foco é jogar com os amigos, visto que o trabalho de equipe é essencial para se vencer o jogo”. Outra inovação  é o Ray Tracing, como complementa  Alexandre Ziebert, da NVIDIA. “Um exemplo transformador dessa tecnologia é o Minecraft com RTX, que torna o visual do jogo muito mais realista. É uma das inovações que representa o futuro dos games que está agora disponível nos consoles da nova geração”.

  • 10. Montagem do setup

Envolva a criança na pesquisa, escolha dos equipamentos e na arrumação do espaço. Vale ainda adequar esse local a uma área da casa que possibilite fazer outras coisas, como ver um filme ou estudar, por exemplo. “Se divirta. A montagem do setup vai ser uma imersão legal. É um canto para diversão com a família também e que serve para outras atividades, por mais que a maior parte do tempo seja para jogar. Essa é a melhor dica que eu posso dar”, acrescenta Lukas Walter (LKZ), da BDS.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas