Moradores de Itapuã e Pernambués também serão testados para covid

coronavírus
04.12.2020, 11:57:00
Atualizado: 04.12.2020, 11:58:02
Pernambués teve testagem durante período de restrições (Bruno Wendel/CORREIO)

Moradores de Itapuã e Pernambués também serão testados para covid

Pituba e Brotas, primeiros bairros da nova etapa, continuam com as medidas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os bairros com ações de combate à pandemia de covid-19 serão ampliados a partir da semana que vem. Além de Pituba e Brotas, Itapuã e Pernambués também receberão as medidas, que incluem testagem da população e distribuição de máscaras. O comércio não será fechado em nenhum bairro. O prefeito ACM Neto fez o anúncio na manhã desta sexta-feira (3) durante um evento de entrega da nova sede da Guarda Civil Municipal, na Avenida San Martin.

O primeiro dia com a volta dos testes rápidos para detectar covid-19 na Pituba e Brotas teve 55 casos positivo, segundo balanço divulgado pela prefeitura naquinta-feira (3). Foram feitos ontem 137 testes em Brotas, com 44 pessoas com resultado positivo. Na Pituba, foram 150 testes, com 11 resultados positivos. Os testes vão continuar sendo feitos diariamente por unidades móveis no fim de linha de Bortas e na Praça Ana Lúcia Magalhães, a partir das 8h.

Os testes devem ajudar a evitar a segunda onda da pandemia em Salvador, permitindo identificação de doentes para que cumpram o isolamento social e não disseminem a covid. O procedimento é feito através de uma punção digital (furo no dedo) após o paciente fazer um cadastro, e o resultado é encaminhado até as 18h do mesmo dia por meio de mensagem de texto para o celular da pessoa.

Em caso de resultado positivo para o coronavírus, o cidadão é orientado a fazer o isolamento e a contraprova. Por meio do teste é possível identificar se a pessoa já teve a doença e se ainda está com ela.

A retomada ocorre nesses bairros, devido ao número crescente de casos do novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), entre os dias 24 e 30 de novembro foram contabilizados 113 novos casos em Brotas e 167 na Pituba. Outros bairros que apresentem alto índice de casos também podem receber as medidas no futuro.

Vacinação
Neto anunciou também que Salvador já se prepara para a futura vacinação. "Salvador já dispõe de três freezers que permitem o armazanamento de vacinas a - 70ºC", diz. "Dei determinação ao secretário (de Saúde, Leo Prates) que abrisse diálogo direito, imediato, com as indústrias que estão fazendo as vacinas", acrescentou. Ele disse que já viajou a São Paulo para conversar com o Instituto Butatan, que vai produzir a vacina Coronavac no Brasil.

"Claro que a gente não vai poder fazer nada antes que haja uma autorização do governo federal, é bom deixar isso claro. Porém a disposição da cidade de Salvador é que caso o governo federal não disponibilize uma quantidade suficiente de vacinas para imunizar todos, eu defendo que prefeitura e governo do estado se unam para comprar vacinas e acelerar o trabalho de imunização na capital", explicou Neto.

O prefeito disse que a cidade só usará vacinas autorizadas pela Anvisa, e estando autorizadas, não haverá distinção entre nacionalidades dos fabricantes. "Conversei com Bruno Reis, será ele o prefeito, a prefeitura tem sim, disposição de comprar vacinas, desde que seja feito em parceria com o governo da Bahia".

Ele voltou a criticar a falta de planejamento do governo federal em relação à vacinação. "Nesse momento, o mais importante é que todos somem os esforços", disse. "Não interessa se é a do Butantan, se é a da Pfizer... Aquela que estiver acessível, comercializada e for segura, nós temos que correr atrás".


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas