Moradores de Massarandupió fazem protesto na BA-030

bahia
26.09.2020, 10:28:00
Comunidade alega que em períodos de chuva fica impossível entrar ou sair de Massarandupió por conta da lama que se forma na estrada de barro (Foto: Acervo Pessoal)

Moradores de Massarandupió fazem protesto na BA-030

Comunidade pede melhorias na estrada de acesso e também solicitou demandas como estrutura de esgoto e água encanada

Conhecida pelas praias de nudismo, a comunidade de Massarandupió, no litoral Norte da Bahia, foi às ruas neste sábado (26) uma nova roupagem para o seu acesso. A estrada que dá acesso ao local ainda é de barro e dificulta a entrada e saída da comunidade. Moradores relatam que em épocas de chuva é normal que fiquem ilhados por pelo menos três dias, já que o barro vira lama e impede o trânsito de qualquer veículo.

Os moradores de locais como Porto de Sauípe, Olaria, Matum, Água Comprida e diversas outras localidades do município de Entre Rios chegaram à BA-030 por volta das 6h30 e fizeram passeata que encerrou pouco depois das 8h. Segundo a Polícia Militar, uma equipe do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) acompanhou o protesto, que foi pacífico.

Durante o protesto, o grupo chegou a fechar um trecho da BA-030, criando um pouco de congestionamento. Cerca de 200 manifestantes estiveram presentes.

Secretária da associação de moradores e amigos de Massarandupió, Matilde Pereira aponta que o protesto é por infraestrutura básica como a estrada, água encanada, iluminação pública, saneamento básico, posto de saúde, reabertura da escola, módulo policial, praça pública, retirada da cerca das dunas e criação do monumento natural das dunas de Massarandupió.

Moradores pedem que estrada de acesso à comunidade seja asfaltada (Foto: Divulgação/Acervo Pessoal)

Ela conta que já houve rodadas de conversa com a Prefeitura de Entre Rios e no último dia 14 de setembro o secretário de Turismo do Estado da Bahia (Setur), Fausto Franco, esteve com representantes da comunidade para tentar encontrar uma solução.

A Setur confirmou que houve a reunião com uma equipe designada pelo secretário Fausto Franco, mas ele não esteve presente no encontro, que foi em conjunto com uma equipe de técnicos da pasta responsável por resolver esse tipo de situação. Diretor da Setur, Jorge Ávila falou ao CORREIO que viu as reclamações em redes sociais e procurou a comunidade para realizar o encontro. Ele esteve presente na reunião jjunto ao também diretor Divaldo Borges e  cerca de 70 pessoas da comunidade, incluindo o cantor Jauperi.

De acordo com Ávila, a estrada principal sofreu bastante com as chuvas e a Prefeitura de Entre Rios providenciou um desvio, que funciona de maneira temporária até que uma solução seja encontrada. O diretor aponta que está aguardando um ofício apontando qual o tamanho da estrada para que apresente à Secretaria de Infraestrutura do Estado e a obra seja viabilizada o quanto antes.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas