Moradores revelam alívio com geomanta aplicada em encosta em Pau Miúdo

salvador
22.01.2020, 15:27:00
Atualizado: 22.01.2020, 15:27:33
((Foto: Max Haack/Secom))

Moradores revelam alívio com geomanta aplicada em encosta em Pau Miúdo

Obra beneficiará cerca de 70 famílias

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Entregue nesta quarta-feira (22) pela prefeitura, a geomanta para proteção de encosta na comunidade da Avenida Argos, entre o bairro do Pau Miúdo e a Avenida Barros Reis, beneficiará cerca de 70 famílias. Uma delas é a dona de casa Maria Izabel Santos, de 40 anos, que antes ficava noites sem dormir, com medo dos deslizamentos de terra invadirem sua residência.

O período chuvoso não tira mais o sono de Maria Izabel e dos demais moradores da comunidade. Na encosta, foi aplicada uma geomanta, formada por um composto de PVC e geotêxtil com cobertura de argamassa jateada, para prevenir os deslizamentos de terra na região. A área total da obra é de 1.330,08 m² e o investimento foi de R$ 184 mil.

“Agora vou ter noites de sonos mais tranquilas com minha filha. Antes, isso tudo aqui era só mato e lixo, mas a prefeitura atendeu aos pedidos da comunidade e resolveu agir e construir essa encosta aqui. Hoje me sinto muito mais segura dentro de casa. Minha filha pode brincar sem medo no quintal”, disse a moradora, que tem o fundo da sua casa exatamente onde a geomanta foi aplicada.

Maria Izabel disse que se sente mais segura com a proteção de encosta
(Foto: Eduardo Dias/CORREIO)

A cerimônia de inauguração da obra contou com as presenças do prefeito ACM Neto e do diretor geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macêdo, além de lideranças comunitárias e moradores.

(Foto: Eduardo Dias/CORREIO)

Neto destacou que, hoje, Salvador está mais preparada para receber os períodos chuvosos do ano com mais tranquilidade. No entanto, ele também ressaltou que deseja que a prefeitura chegue ao final do ano com cerca de 300 encostas com intervenções de proteção aplicadas.

“A gente não trata de chuvas de abril a junho, que é o período de maior incidência. A gente se preocupa com as chuvas e prepara a cidade nos 365 dias do ano. Não interessa se é período de Verão ou outra estação", disse.

"Espero fechar 2020 com intervenções de proteção em mais de 300 encostas em Salvador. É uma intervenção cara e complexa, que exige um grande esforço por parte da prefeitura, mas tomamos a decisão de enfrentar essa situação dramática na vida de milhares de pessoas, que vivem nas áreas de risco da cidade", afirmou o prefeito.

Segundo o diretor da Codesal, desde 2016 não há incidentes com vítimas fatais por conta das chuvas em Salvador, mesmo possuindo mais de mil áreas de risco na cidade.

“A nossa equipe do Centro de Monitoramento e Alerta de Defesa Civil (Cemadec) está sempre atenta, com engenheiros de campo fazendo vistorias. Assim, a Defesa Civil de Salvador está atenta à chuva que está por vir no dia de hoje. Nesta manhã, o prefeito está entregando mais uma proteção de encosta, para prevenir deslizamentos na nossa cidade”, disse ele, que revelou que, no total, através da Codesal, a prefeitura já investiu cerca de R$ 17,5 milhões em proteção de encosta desde 2016.

Beneficiário
Morador da localidade há 20 anos, Ivanildo Araújo, 44, contou que já pensou em se mudar por conta dos constantes deslizamentos de terra no bairro, mas quando soube da intervenção no local, resolveu ficar no local.

“Se não tivessem feito essa encosta, com certeza, eu não estaria mais aqui. No bairro vivia descendo barro o tempo todo, bastava chover e nem precisava ser chuva forte. Ninguém conseguia dormir, era uma situação desagradável. Já estava tudo certo com a família para mudarmos de bairro. Gosto de morar aqui, é muito tranquilo, e agora que o único problema foi resolvido, pretendo ficar por muitos anos” afirmou.

* Com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas