Motorista é assaltado e feito refém com carga de combustível avaliada em R$ 94 mil

bahia
19.06.2020, 08:28:00
Atualizado: 19.06.2020, 08:28:38
(Foto: Divulgação/PRF)

Motorista é assaltado e feito refém com carga de combustível avaliada em R$ 94 mil

Polícia prendeu suspeitos e recuperou carga após dono perceber, através de rastreamento, que veículo desviou a rota

Uma carga com 30 mil litros de combustível foi assaltada e o motorista do veículo feito refém, na BR 324, no trecho do município de Amélia Rodrigues, distante 100 quilômetros da capital baiana, na manhã de quinta-feira (18). Como o veículo era rastreado, o proprietário percebeu que a rota da viagem foi alterada e acionou a polícia, que prendeu os suspeitos. O motorista também foi localizado. 

O motorista contou aos policiais que estava tomando café em uma lanchonete, às margens da BR 324, e ao se dirigir ao caminhão para prosseguir viagem foi rendido e imobilizado por dois homens que chegaram em um Gol branco. Disse ainda que os rapazes anunciaram o assalto e um deles de arma em punho tomou a direção do caminhão-tanque, enquanto a vítima foi imobilizada no Gol e seguiu com o segundo criminoso, também armado com uma pistola.

Em uma ação integrada, policiais rodoviários federais e policias civis da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Carga em Rodovias (Decarga) conseguiram localizar a carga de combustível avaliada em R$ 94 mil reais e recuperar o caminhão-tanque. Após a retirada do carregamento de combustível que durou cerca de 40 minutos, o caminhão foi abandonado em trecho da BR 101, em Teodoro Sampaio.

As buscas aos suspeitos começaram quando o proprietário do veículo entrou em contato com a PRF para informar que o caminhão Scania/G 380, com placas de Capim Grosso (BA), possivelmente estava sendo assaltado na rodovia, pois o sinal de rastreamento do veículo apontava para trajeto diferente do destino final da carga. O homem relatou também que tentou contato com o motorista, porém não foi atendido, o que elevou o grau de suspeita.

O último sinal do equipamento apontava para um local próximo a Vila Bessa, próximo ao pedágio de Amélia Rodrigues. Prontamente, os PRFs e os agentes da Decarga iniciaram as diligências e com base nas informações, chegaram em um imóvel onde encontraram o combustível roubado.

No galpão havia quatro pessoas, um deles confessou que comprou a carga de 20 mil litros de gasolina e 10 mil litros de diesel de um conhecido, porém não sabia que o produto tinha origem ilícita. Em continuidade às diligências e com ações de análise criminal e inteligência policial, as equipes conseguiram chegar aos responsáveis pela venda da carga, dois homens de 38 e 20 anos de idade.

Após o flagrante, a carga, o veículo roubado, a vítima, demais objetos e os suspeitos foram apresentados a autoridade policial de plantão da Decarga, em Feira de Santana, para formalização do auto de prisão em flagrante e demais procedimentos cabíveis.

A PRF na Bahia alerta que intensificou a fiscalização nos 10 mil quilômetros de rodovias federais que cortam o estado. Para isso, equipes estão concentradas e realizando policiamento orientado em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade.

Para informações, denúncias, comunicação de crimes e acidentes a PRF dispõe do número de emergência 191. A ligação é gratuita e atende 24 horas em qualquer parte do país.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas