Móveis e eletros seminovos representam economia de mais de 50% na hora de mobiliar

economia
13.06.2019, 19:00:00
As plataformas digitais ajudam a realizar uma pesquisa ampla sobre as possibilidades e ofertas de acordo com a expectativa do cliente (Divulgação)

Móveis e eletros seminovos representam economia de mais de 50% na hora de mobiliar

Além de econômica, a compra de usados também evita a emissão de gases que favorecem o aquecimento global

Mobiliar a casa com equipamento e mobiliário usados ou seminovos pode representar uma economia de mais de 50% em relação aos mesmos produtos novos. Aliado a isso, essa reutilização conseguiu impedir que 3,3 milhões de toneladas de gases causadores do efeito estufa deixassem de ser emitidas no planeta no ano passado. Isso foi o que mostrou duas pesquisas realizadas  pelo Swedish Environmental Research Institute, com consultoria do Ethos International, e pelo site de classificados OLX. 

Além da significativa economia, o impacto dessas ações equivale à possibilidade de parar o trânsito do Rio de Janeiro por 8 meses ou que 1,3 milhão de brasileiros parassem de emitir gases causadores do efeito estufa. Para o diretor de estratégia da OLX, Bruno Valle, a compra e venda de móveis e eletrodomésticos usados é uma tendência no Brasil, especialmente, em tempos de grana curta. “A compra e venda desses produtos permite a transformação de itens parados em felicidade para outras pessoas”, diz.

Ele ressalta que nesse tipo de negociação, além da economia, está agregado o bem estar gerado pela compra consciente. “O consumidor enxerga a sua aquisição como algo único e especial, capaz de possibilitar uma vida adicional ao objeto, gerando um valor para o mundo”, completa.

Tendência para o novo

Depois do término de um casamento e de uma mudança de cidade, a profissional de mercado Alana Trajano, 32, viu na compra de móveis usados uma possibilidade de iniciar a vida sob uma nova ótica. “Confesso que minha motivação inicial foi o valor, pois as mudanças também trouxeram limitações financeiras, no entanto, toda a jornada para compra e venda foi bastante interessante e me possibilitou até fazer novas amizades”, comemora.

Alana diz que a prioridade foi justamente o quarto e a cozinha, mas que assim que as coisas melhorarem pretende investir em outros cômodos do apartamento recém-alugado. “Tomei gosto por dar novos significados, encontrar novos usos e até mesmo fazer algumas interferências nesses móveis que já tiveram na vida de outras pessoas”, afirma.    

O levantamento da OLX também comparou os valores de 21 itens diferentes, no período de janeiro a abril de 2019. Os dados revelam que a maior economia está nos produtos para equipar o quarto. Dessa forma, a compra de guarda-roupa, cama e ar-condicionado pode ser aproximadamente 54% mais barata quando comparados com produtos novos.

A economia alcançada nos dormitórios é seguida pela cozinha. Os compradores conseguem economizar até 50% em seus principais itens. É possível adquirir um fogão seminovo 60% mais em conta, economizar 54% em uma geladeira e 31% em um armário, em média. Por exemplo, um refrigerador novo duplex branco com freezer de 53 litros de capacidade custa, em média, R$ 1.399 no mercado e pode ser encontrado por R$ 600, uma economia real de R$ 799, ou de 57% do valor de um novo.

No estudo, os itens para equipar a sala vêm em terceiro lugar na economia, cerca de R$ 1.200 mais baratos e com redução de 49% em um sofá, uma mesa de 4 lugares e uma TV entre 32" e 40".

Experiência positiva

Para Bruno Valle, as melhores experiências de compra podem ocorrer se o consumidor, antes de fechar negócio, tiver clareza do que procura.  “As plataformas já colaboram de modo significativo para que seja feito um levantamento de produtos e possibilidades, mas é sempre muito positivo comparar os tipos de produtos e as diferenças entre os novos e usados”, esclarece.

A outra dica do diretor de estratégia é investir tempo em pesquisa, destacando que o esforço desse levantamento compensa na hora de fechar negócio, pois possibilita que o consumidor consiga alinhar sua expectativa de compra com o que é disponibilizado. “Nessa hora, é sempre bom estreitar a comunicação com o vendedor, por isso mesmo não tenha receio de questionar até que não reste dúvida alguma sobre o produto desejado”, finaliza.  
 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/chuva-intensa-atinge-salvador-nesta-quarta-feira-22-previsao-de-trovoada/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/saimos-por-questao-de-sobrevivencia-diz-ocupante-do-odorico-pm-serrou-grades/
Após saída de estudantes, viaturas fazem segurança do Odorico Tavares
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pastora-e-cantora-gospel-agride-sogra-de-73-anos-na-frente-de-criancas-video/
Lucimara Pires se justificou dizendo que idosa bateu nela primeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/diggo-de-deus-conheca-o-cantor-que-abandonou-o-futebol-para-viver-de-musica/
Artista é vocalista da Clap Bum, banda que encarta CD no CORREIO desta terça-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nao-conheco-o-homem-com-quem-dormia-diz-influencer-agredida-pelo-namorado/
Anne Sampaio usou a conta do Instagram para denunciar o agressor
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/digital-influencer-usa-instagram-para-denunciar-namorado-por-agressoes/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mesmo-com-prova-mantida-candidatos-temem-cancelamento-de-concurso-da-pm/
Professores propõem que os concurseiros não se deixem abater e continuem focados nas provas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/poliana-ex-esposa-de-victor-chaves-vive-reclusa-apos-separacao/