MP de São Paulo denuncia Gabigol por crime contra a saúde pública

brasil
18.03.2021, 22:19:15
Atualizado: 18.03.2021, 22:22:11
(Reprodução)

MP de São Paulo denuncia Gabigol por crime contra a saúde pública

Jogador foi flagrado em um cassino, na Vila Olímpia, em uma operação de força-tarefa contra aglomerações durante a pandemia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) denunciou Gabriel Barbosa, atacante do Flamengo, por crime contra a saúde pública por ter participado na madrugada do domingo passado de aglomeração com outras 150 pessoas em um cassino clandestino na zona sul da capital.

O MP-SP pede o pagamento de 100 salários mínimos (R$ 103.900,00) ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD) pela infração penal. Gabriel e outras 57 pessoas serão processadas pelo crime previsto no artigo 268 do Código Penal, por desrespeitar medida do poder público para evitar a propagação de doença contagiosa.

O gerente do cassino e os funcionários vão responder também por realizarem jogos de azar, que é uma contravenção penal.

Gabriel foi flagrado em um cassino, na Vila Olímpia, em uma operação de força-tarefa contra aglomerações durante a pandemia. Cerca de 200 pessoas estavam no local, entre elas o cantor de funk MC Gui. A polícia chegou ao endereço após denúncia.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas