MPF recomenda suspensão do Sisu para nova conferência de gabaritos

educamais
23.01.2020, 17:24:00
Atualizado: 23.01.2020, 17:33:51
(Shutterstock)

MPF recomenda suspensão do Sisu para nova conferência de gabaritos

O Ministério Público Federal determina que todas as provas sejam examinadas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Em virtude dos erros ocorridos no Enem - Exame Nacional do Ensino Médio 2019, desde a inconsistência nos gabaritos com o caderno de questões até a instabilidade no site do Sisu, no momento da inscrição, o Ministério Público Federal (MPF) encaminhou uma recomendação ao governo federal, na tarde desta quarta-feira (22), para que as inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) sejam suspensas.

O MPF avalia que o cronograma seja reorganizado, com prazo suficiente para realização de uma nova conferência dos gabaritos de todos os candidatos participantes do processo seletivo.

O documento elaborado pelo órgão foi enviado ao ministro da Educação, Abraham Weintraub e outros representantes da pasta, responsáveis pela elaboração do exame.

Durante coletiva de imprensa convocada por Weintraub foi relatado que o problema de correção atingiu aproximadamente seis mil candidatos, entretanto todos os problemas foram devidamente corrigidos e, ainda, segundo o ministro, as redações não foram prejudicadas.

O governo federal tem o prazo de 24 horas para acatar a decisão do Ministério Público Federal. Já o MEC divulgou que enviará ao órgão responsável todas as justificativas necessárias.

Até o momento, o cronograma do Sisu segue sem alterações, com as inscrições abertas até o próximo domingo, dia 26 de janeiro.  

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas