Municípios baianos vão receber 340 mil testes rápidos para detecção da covid-19

bahia
14.01.2022, 16:15:48
Atualizado: 14.01.2022, 16:36:11
(Arisson Marinho/CORREIO)

Municípios baianos vão receber 340 mil testes rápidos para detecção da covid-19

De acordo com o último boletim epidemiológico da Sesab divulgado na quinta-feira (14), a Bahia atingiu 7.256 casos ativos da doença

Como forma de intensificar a testagem em massa, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia distribuirá a partir desta sexta-feira (14), 340 mil Testes Rápido de Antígeno (TR-Ag) para todos os municípios baianos, com o objetivo de monitorar a situação epidemiológica e auxiliar os gestores na tomada de decisão sobre o avanço da pandemia.

A distribuição será feita através dos nove Núcleos Regionais de Saúde, que ficarão responsáveis pelo repasse do material aos municípios. O maior repasse será feito para a região Leste, que receberá 101.000 mil testes, seguida pela região Sul, com 47.500 unidades e região Sudoeste, com 41.500.

“Já estávamos recomendando a testagem massiva durante toda a pandemia, com esse aumento no número de casos ativos, o cuidado precisa ser redobrado. Agora, o rastreamento será ainda maior. A população precisa continuar colaborando para que a gente possa vencer essa batalha. Os números deixam claro que a pandemia ainda não acabou”, destaca a secretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado na quinta-feira (14), a Bahia atingiu 7.256 casos ativos de covid-19 e 14 óbitos.

De acordo com a diretora da Vigilância Epidemiológica da Bahia, Márcia São Pedro, a ação busca realizar o monitoramento da situação epidemiológica do estado. “A gente vai começar a testar para que possamos direcionar a gestão na tomada de decisões. Hoje, nós estamos distribuindo 340 mil testes e a previsão do Ministério é de enviar um novo quantitativo”, adianta.

Testagem em massa

Márcia São Pedro destaca que há especificações sobre a definição do público-alvo que deve ser testado. “O objetivo é fazer um diagnóstico assistencial. Primeiro vai se testar os indivíduos sintomáticos com suspeita de Covid-19. Serve também para uma busca ativa, um rastreamento e monitoramento de indivíduos que estão com sintomas ou não e para aqueles contatos de casos suspeitos ou confirmados. Se teve contato com um suspeito de Covid, essa pessoa é testada. E essa ação também tem como objetivo realizar uma triagem para qualquer indivíduo assintomático ou sintomático, independente do estado vacinal ou idade e os trabalhadores da saúde também”, finaliza.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas