Na Bahia, nenhuma coligação tem proporção igualitária entre mulheres e homens

satélite
06.10.2018, 05:00:00
Atualizado: 07.10.2018, 09:15:27

Na Bahia, nenhuma coligação tem proporção igualitária entre mulheres e homens


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Nenhuma coligação para deputado estadual ou federal na Bahia atingiu proporção  igualitária entre candidatos masculino e feminino. Embora tenham cumprido a determinação de terem, no mínimo, 30% de mulheres entre os postulantes, todas as coligações têm maior número de homens entre os postulantes à Assembleia Legislativa ou à Câmara dos Deputados. Para deputado federal, a coligação Liberta Bahia, formada por PPL, Solidariedade, PTB e PSC, tem a maior proporção de mulheres: dos 29 concorrentes, 11 são do sexo feminino (37,9%) do total. Depois está a Unidos para Mudar a Bahia,  DEM, PV e PRB, cujo percentual é de 35,7% (são 20 mulheres entre os 56 candidatos). As coligações Pra Mudar de Verdade (MDB e DC), Rede Patriota e Liberta Bahia (PSL, PHS, PRTB e PPS) têm a menor proporção, com 30%. A coligação governista Força do Trabalho pela Bahia tem 32,6%. 

Entre os partidos, o PSDB, que participa da disputa sem coligação, é quem tem maior percentual de mulheres: 4 dos 9 concorrentes (44% do total).

Na Assembleia
Para deputado estadual, quem teve o maior percentual é da coligação Renova Bahia, formada por PHS, PRTB, PPS e PSL, com 38% (dos 49 postulantes, 19 são mulheres). Depois aparece a Pra Mudar de Verdade (MDB e DC), com 17 mulheres entre os 48 candidatos (35,4%). Entre os partidos que concorrem sem coligação, o PCdoB tem 34%, com 15 candidaturas femininas entre os 44 concorrentes. O levantamento foi feito pela Satélite com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Mira do MP
O Ministério Público estadual (MP) abriu um inquérito contra a antiga Faculdade Vasco da Gama, hoje chamada de Faculdade de Salvador, que integra o grupo Uniesp, presente em mais de cem municípios de nove estados. A investigação foi iniciada após denúncias de que a instituição mudou a prestação do curso de Serviço Social, que antes era integralmente presencial, e, desde março, passou a ser executado em encontros quinzenais. Além disso, o MP apura outra denúncia de que a faculdade não disponibiliza históricos escolares e diplomas solicitados pelos estudantes de diversos cursos. A Satélite procurou a instituição, que não respondeu. 

Indeferida
A perita criminal aposentada Delma Gama (PRTB), que já disputou o governo do estado, foi novamente barrada pela Justiça Eleitoral. Após ser proibida de disputar a eleição de 2016 para vereadora de Salvador, ela foi considerada indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral em 2018. Ela tentava chegar à Câmara dos Deputados. Delma chegou a ser cogitada para disputar o governo do estado este ano.

Homenagem
O advogado Gamil Föppel será homenageado com a Medalha Thomé de Souza no próximo dia 15 na Câmara de Salvador. A honraria foi proposta pelo vereador Euvaldo Jorge (PPS), que justifica a medida pelo fato de Gamil ter uma carreira destacada no cenário nacional e por ser “um grande talento do estado”. 

"Devemos ter um nível de abstenção do eleitorado menor. Isso não deixa de ser  positivo, independente do resultado eleitoral. O debate eleição está mais aceso. A  democracia está alcançando um grau de participação da população altíssimo", Paulo Fábio Dantas Neto, cientista político e professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), ao afirmar que os prognósticos de que as pessoas chegariam ao processo eleitoral desinteressadas do debate político não se confirmaram nesta disputa. Para ele, o tema política está aparecendo mais nesta eleição do que nas disputas dos anos anteriores

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas