'Não acredito em nada', diz deputada sobre inocência de filhos suspeitos de matar pastor

brasil
30.06.2019, 21:51:56
(Foto: Reprodução)

'Não acredito em nada', diz deputada sobre inocência de filhos suspeitos de matar pastor

Dois filhos do casal estão presos por homicídio

A deputada federal Flordelis (PSD) falou, em entrevista exclusiva ao Fantástico neste domingo (30), sobre o envolvimento de dois de seus 55 filhos no assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. Ao ser perguntada se acreditava na inocência dos filhos Lucas dos Santos, de 18 anos, e Flávio dos Santos, de 38, que foram presos por suspeita de envolvimento no crime, a deputada afirmou: "Não, não acredito em nada."

Na entrevista, Flordelis falou como era a relação dos dois com o marido. Segundo ela, Flávio, que é seu filho biológico, se dava muito bem com Anderson.


"O Flávio era um menino, o Flávio estava casado, houve uma briga com a esposa, um desentendimento, voltou para casa, me obedecia, me respeitava (...) Esse tempo todo, eles [Flávio e o pastor Anderson] estavam muito bem”, disse.

Sobre Lucas dos Santos, de 18 anos, o filho adotivo que estava em uma instituição socioeducativa antes de ser apontado pela polícia como o outro suspeito da morte do pastor, Flordelis disse que o filho era muito revoltado. “O Lucas era um menino muito, muito fechado, muito fechado, muito revoltado. Acredito que pela infância que ele teve. O pai dele era bandido, ele foi criado por esse pai, a mãe morreu de câncer.”

Flordelis afirmou ainda que ama ser mãe e completou dizendo que não seria uma boa mãe se protegesse os filhos. “Eu amo muitos meus filhos, eu amo ser mãe, se perguntar aquilo que eu mais gosto de ser é ser mãe. Mas, se eu proteger meus filhos, eu não estou sendo mãe. Eu não estou ajudando os meus filhos a serem uma pessoa melhor na vida”, afirmou. 


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas