'Natal Sem Fome' entrega 30 toneladas de alimentos para famílias carentes da Bahia

salvador
01.11.2021, 22:18:00
(Arisson Marinho/CORREIO)

'Natal Sem Fome' entrega 30 toneladas de alimentos para famílias carentes da Bahia

São 16 toneladas destinadas para Salvador e 14 para outras cidades

A primeira remessa de cestas básicas doadas pela campanha Natal sem Fome na Bahia, realizada pela Ação da Cidadania Comitê Salvador, foi entregue nesta segunda-feira (1º) ao lado da Igreja de Santana, no Rio Vermelho. Foram cerca de 30 toneladas de alimentos não perecíveis entregues a mais de 50 instituições na Bahia, sendo 16 toneladas para Salvador e 14 para algumas cidades do interior.

A iniciativa somente abre a chamada para doações que podem ser realizadas até 23 de dezembro em diversos postos de arrecadação na cidade ou através do Pix: acaosalvador@hotmail.com. Este ano, a campanha Natal Sem Fome completa 28 anos de atuação.

"Foi um sucesso total, estivemos trabalhando desde às 4h da manhã, com apoio de diversas instituições, como a Polícia Militar, que levou 10 toneladas para Candeias. É uma operação de guerra, dois caminhões com 15 toneladas, mas, graças a Deus, começamos com o pé direito e só temos a agradecer", afirma o coordenador da Campanha, Raimundo Bandeira. 

A chegada e a distribuição dos alimentos contou com cerca de 100 voluntários participando, ajudando a descarregar, armazenar e distribuir os alimentos. Foi o início de uma maratona que terá mais de dois meses de mobilização, com diferentes formas de campanhas, eventos e mutirões para a arrecadação de alimentos.

"Desde o início do ano, o departamento de policia comunitária e direitos humanos (DPCDH) por orientação do comandante geral, Paulo Coutinho, está com campanhas de alimento solidário, e arrecadamos 170 toneladas de alimentos. Hoje recepcionamos 10 toneladas para a Região Metropolitana para sempre distribuídos em uma série de bairros, de forma a lembrar da segurança alimentar que aflinge parte da população", diz o Tenente Coronel Antônio Cesar, diretor adjunto do DPCDH.

O ato ecumênico com o Padre Ângelo recebeu representantes do Terreiro do Gantois; do Espiritismo e evangélicos. A manhã cultural teve a participação do artista Menelaw Sete, que caracterizou o beija-flor símbolo da campanha desse ano. As doações poderão acontecer até 21/12 na Igreja de Santana e outros pontos serão credenciados.

Continuação do Natal sem Fome em Salvador

No dia 3 de novembro (quarta), será aberto o primeiro posto de arrecadação da campanha que funcionará na Casa Pia dos Órfãos de São Joaquim recebendo as doações para o Natal sem Fome, principalmente da população da cidade baixa. Além de ceder espaço para ser uma das bases da campanha, a Casa Pia será o principal Posto de Arrecadação e armazenamento das doações e realizará eventos para o Natal sem Fome em seu espaço, iniciando com um Drive Thru ainda em novembro.

A partir do dia 4 de novembro, será instalado Postos de Arrecadação das doações e divulgação da campanha em locais que já estejam funcionando: Supermercados, Academias e Empresas, mobilizando toda sociedade civil a participar da campanha. As igrejas da Paróquia de Santana, São Bento, Igreja da Graça, Igreja da Vitoria também estarão recebendo alimentos

Esse ano a Campanha conta com a parceria do Instituto São Francisco Xavier e da Liga do Bem. Tem ainda o apoio e a chancela da Prefeitura Municipal de Salvador, através da SEMPRE e da SECULT, que mobilizou as demais Secretarias e Superintendências da  Prefeitura a participarem da Campanha.

A Campanha Natal sem Fome continuará até o dia 23/12/21 quando será iniciada a distribuição dos alimentos às famílias carentes com as doações arrecadadas.

(Arisson Marinho/CORREIO)
(Arisson Marinho/CORREIO)
(Arisson Marinho/CORREIO)
(Arisson Marinho/CORREIO)

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas