Nem arroz, nem carne: veja receitas com ingredientes que substituem esses alimentos

coronavírus
20.09.2020, 07:00:00
(Foto: Shutterstock)

Nem arroz, nem carne: veja receitas com ingredientes que substituem esses alimentos

A pedido do CORREIO, o Instituto Brasil a Gosto montou algumas opções de cardápio com itens recomendados por nutricionistas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Diante de uma alta acumulada no ano que passa dos 22,5%, no caso do arroz e chega a 18,97% no preço do quilo da carne bovina, o CORREIO desafiou o Instituto Brasil a Gosto a sugerir duas receitas de pratos que utilizam outros ingredientes recomendados por nutricionistas como opções de substituição para quem busca alternativas à estes pratos. São sugestões de preparos a partir de outros alimentos como o milho, cortes de aves, pescados e fontes vegetais de proteínas.

Sem muita demora, é hora de conferir como fazer um galeto com polenta frita, considerando o milho na troca do arroz, e o frango à carne bovina. E tem também o Azul-Marinho, que é um peixe feito com banana-da-terra verde. Confira.


GALETO COM POLENTA FRITA

Rendimento: 2 porções
Tempo: 1h15 mais o preparo de véspera

Ingredientes
1 galeto
1 xícara (chá) de vinho branco ou ½ xícara de suco de limão
Ramos de tomilho
Sal e pimenta do reino a gosto

Polenta
3 colheres (chá) de manteiga
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
2 xícaras (chá) de fubá
Óleo de milho para fritar
Sal a gosto

(Foto: Alexandre Schneider/ Instituto Brasil a Gosto)

Preparo
Tempere o galeto com sal, pimenta-do-reino, tomilho e o vinho branco ou suco de limão. Cubra e deixe marinar durante a noite. Transfira para uma assadeira, despeje a marinada por cima e cubra com papel-alumínio. Asse em forno moderado (170°c a 190°c) por cerca de 1 hora, regando com o caldo durante esse tempo. Retire o papel-alumínio e asse por mais 15 minutos, até dourar.

Enquanto o galeto assa, prepare a polenta. Aqueça a manteiga e refogue a cebola e o alho. Numa vasilha, dissolva o fubá em 6 xícaras (chá) de água fria. Junte a mistura ao refogado e cozinhe em fogo médio mexendo vigorosamente com um batedor de arame. Quando começar a borbulhar, abaixe o fogo e cozinhe por 20 minutos, sem parar de mexer. Retire do fogo, tempere com sal e transfira para um refratário de 35 cm x 23 cm.

Quando amornar, cubra com filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos, ou até firmar. Corte a polenta em pequenos retângulos e frite em óleo quente por 5 minutos, até dourar. Escorra em papel-toalha e sirva com o galeto. 


Veja também: Como fazer uma couve-flor gratinada

E mais: Aprenda a fazer molho, extrato e catchup caseiros


AZUL-MARINHO

Rendimento: 6 porções
Tempo: 1 hora

Ingredientes
900g de tainha em posta
Suco de  ½ limão
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
½ cebola picada
1 dente de alho picado
6 bananas-da-terra bem verdes
4 tomates sem casca em cubos
¼ maço de coentro picado
¼ maço de alfavaca
 ½ xícara (chá) de mandioca fica
 Sal a gosto

(Foto: Alexandre Schneider/ Instituto Brasil a Gosto)

Preparação
Tempere o peixe com sal e suco de limão. Em uma panela de ferro – precisa ser de ferro para que o molho fique azul - aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho. Junte a banana-da-terra cortada no comprimento e depois ao meio. Acrescente 1 litro de água e cozinhe até a banana ficar macia – nesse momento, o líquido já deve estar azulado.

Tire a fruta e metade do caldo; reserve. Adicione o tomate e as ervas e cozinhe o peixe no caldo da panela, tomando cuidado para não passar do ponto. Quando estiver cozido, retire o peixe e, com metade do caldo, faça um pirão adicionando aos poucos a farinha de mandioca e mexendo sem parar. Sirva o peixe com o pirão.


*Os dados de alta dos preços foram levantados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese-BA)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas