Nigeriano que mora em Salvador diz ter sido enganado para aparecer em vídeo do governo

salvador
12.09.2019, 15:35:00
Atualizado: 12.09.2019, 17:02:39

Nigeriano que mora em Salvador diz ter sido enganado para aparecer em vídeo do governo

Professor aparece cantando hino nacional com ministros de Bolsonaro; assista

Foto: Reprodução

Professor de línguas em Salvador, o nigeriano Dammy Damilare Falade denunciou em sua conta no Instagram que foi enganado por uma equipe da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) para aparecer em vídeo sobre o Hino Nacional Brasileiro. 

A peça foi usada como propaganda para o governo Jair Bolsonaro no dia 7 de setembro. Ao gravar o vídeo, Bolsonaro cantou “margens flácidas” em versão que não foi ao ar.

“Detesto tudo que esse governo representa”, escreveu o nigeriano, que explicou como foi induzido a gravar. A filmagem ocorreu no dia 27 de agosto deste ano, quando ele viajou a Brasília para renovar o visto de permanência no país.

Ao passar pelo Museu Nacional, ele foi abordado por um grupo de dança que lhe pediu para fazer uma apresentação em um lugar público.

“Cheguei em frente do Museu Nacional, e vi um pessoal com câmeras, imaginei que eles fossem turistas também. Fui lá e dei meu celular para um deles me filmar dançando. Depois da minha dança, fui pegar meu celular de volta e me disseram que estavam fazendo um documentário sobre o hino nacional que existem muita gente que não sabem cantar e cantam engraçado, e pediram para eu tentar cantar”, explicou ele, que dá aulas e faz traduções de inglês, francês e iorubá.

Arraste para o lado para ver as imagens da postagem.
Ver essa foto no Instagram

Olá amigos, Depois de várias mensagens que recebi de vários amigos e conhecidos, decidi fazer esse post esclarecendo os fatos. Primeiramente, DESTESTO TUDO QUE ESSE GOVERNO REPRESENTA. Desde a madrugada desse dia 7 de setembro, está passando um vídeo de propaganda político com a minha imagem. No dia 27 de agosto eu fui para Brasília, no consulado nigeriano para renovar meu passaporte vencido. Depois do compromisso no consulado eu ainda tinha muitas horas livres antes do meu voo de voltar para Salvador, então decidir turistar na cidade. Eu faço parte de um grupo de dança, e algum membro me pediu para dançar em um desses lugares públicos. Cheguei em frente do Museu Nacional, e vi um pessoal com câmeras, imaginei que eles fossem turistas também. Fui lá e dei meu celular para um deles me filmar dançando. Depois da minha dança, fui pegar meu celular de voltar e um deles me disseram que estavam fazendo um documentário sobre o hino nacional que existem muita gente que não sabem cantar e cantam engraçado, e pediram para eu tentar cantar. Na vibe de amizades novos cantei dando risada, nos despedimos e continuei no meu caminho. DETESTO TUDO QUE ESSE GOVERNO REPRESENTA. Obrigado sempre pelo carinho amigos..

Uma publicação compartilhada por Dammy Damilare Falade???????????????????????????????? (@profdammy) em

No vídeo divulgado nas redes sociais do Planalto, ele aparece aos 50 segundos cantando um trecho do hino, que tem participação de outros anônimos e de ministros, a exemplo de Abraham Weintraub (Educação) e Marcos Pontes (Ciências e Tecnologia), que aparecem pouco depois dele. Assista.

O professor Dammy, porém, diz ter ficado surpreso quando começou a ser perguntado por amigos, no WhatsApp e Instagram, sobre sua participação no vídeo usado pelo governo nas comemorações do Sete de Setembro.

“Eita, f... com a minha imagem”, disse ele em resposta a um amigo que lhe enviou a imagem pelo WhatsApp. Dammy afirma que não sabia da intenção da filmagem e não assinou nenhum termo para ceder sua imagem ao filme.

Responsável pela gravação, a EBC alegou que a equipe “informou que o vídeo institucional, sem fins comerciais, estava sendo produzido para divulgação da Presidência da República”, sem responder se foi feito algum tipo de contrato.

O CORREIO tentou falar com o professor, mas ele não respondeu às tentativas de contato até a publicação desta matéria.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netflix-divulga-teaser-da-terceira-temporada-de-the-crown/
A nova temporada irá focar no período da Guerra Fria, entre 1964 e 1977
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gravida-passa-mal-apos-incendio-em-predio-de-brotas-veja-video/
Mulher foi atendida pelo Samu; causa do incêndio é desconhecida
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/marinheiro-salvou-filho-durante-incendio-em-lancha-na-baia-de-todos-os-santos/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-armado-invade-shopping-de-salvador-e-assusta-clientes/
Ele é suspeito de praticar assaltos em uma passarela perto do estabelecimento
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anelis-assumpcao-apresenta-show-inedito-em-salvador-neste-sabado/
Anelis & Os Gostas é atração do Intercenas Musicais, na Commons
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pai-e-preso-por-afogar-filho-de-2-anos-em-bacia-para-fazer-ex-sofrer/
Ele contou a amigo que foi traído pela mãe da criança e queria se vingar
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/black-alien-fala-sobre-novo-disco-estou-sendo-eu-mesmo/
Lançado em abril, Abaixo de Zero: Hello Hell é apresentado no Pelourinho neste sábado (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/policia-procura-casal-que-roubou-r-400-mil-de-idosas-na-barra-veja-video/
Irmãs, vítimas têm 89 e 93 anos; homem e mulher entraram disfarçados em prédio
Ler Mais