‘Ninguém jogou a toalha’, avisa Enderson Moreira

e.c. bahia
17.03.2019, 20:36:00
Atualizado: 17.03.2019, 22:27:44
Enderson Moreira festeja classificação do Bahia às semifinais do Campeonato Baiano (Felipe Oliveira / EC Bahia)

‘Ninguém jogou a toalha’, avisa Enderson Moreira

Técnico do Bahia comemora classificação às semifinais do Baiano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A goleada por 5x0 contra o Jequié e a classificação às semifinais da Campeonato Baiano amenizaram a pressão vivida pelo técnico Enderson Moreira no comando do Bahia. Após empate com o Vitória e a derrota para o Sergipe, ambos na Fonte Nova, o técnico teve o cargo questionado pela torcida, mas mantido pela diretoria. Neste domingo (17), o treinador comemorou a boa atuação do time e o avanço à próxima fase do estadual.

“Enquanto há jogo, há sempre esperança, ninguém jogou a toalha. A gente sabia que não dependia apenas da gente, mas dependia de a gente fazer um bom jogo hoje. Nosso compromisso sempre foi de fazer o melhor que a gente podia fazer. Que bom que a gente conseguiu essa classificação”, festejou Enderson Moreira.

O técnico também agradeceu à diretoria por tê-lo mantido à frente da equipe. “Acho que é um voto de confiança que a gente não está acostumado no futebol. Já trabalhei em vários clubes, já passei por várias situações. Depois de um resultado daquele, uma frustração, é muito difícil ter uma permanência no futebol brasileiro, porque a pressão externa é muito grande. Eles pensam de uma forma um pouco diferente”, pontuou. 

“Têm avaliação constante do trabalho, perceberam que não há nenhum tipo de divisão no grupo. Eles deram esse voto de confiança. Espero que eu possa corresponder”, finalizou Enderson. 

Na memória
Autor de quatro tentos, o atacante Fernandão, também comemorou após o apito final. “Foi especial. Uma tarde para se guardar. Dá um gás a mais essa vitória para que a gente possa ir em busca do título. Não vi um jogo que o time jogou mal, mas os resultados não vieram. Futebol é isso, nem sempre vão ver o que a gente está fazendo”, disse o centroavante, que defendeu os torcedores. “Reclamaram na hora certa. Conseguimos suportar tudo isso, levar para o lado positivo e conseguimos o resultado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas