O negócio é solidariedade: Empresários se unem para criar redes de apoio

coronavírus
13.04.2020, 05:46:00
Atualizado: 13.04.2020, 05:59:58
Empresários compreendem que a solidariedade está acima da preocupação com as vendas nesse momento (Reprodução/Shutterstock)

O negócio é solidariedade: Empresários se unem para criar redes de apoio

Por causa da pandemia, eles se juntaram a outros empreendedores

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quando as mobilizações em torno de uma quarentena preventiva começaram em Salvador, os membros da Agência Criativos, começaram a mapear asilos na capital baiana para dar início a uma campanha de doação de itens para cuidados pessoais. Sabendo da urgência e da importância da solidariedade nesses momentos, também organizaram uma campanha de doação de sangue para os hemocentros. Com o passar dos dias perceberam que os gestos de solidariedade também poderia envolver o mundo do trabalho.

“Uma semana após o início do isolamento começamos a oferecer consultorias para empresas e empreendedores que demonstraram dificuldades para lidar com as adversidades”, conta o diretor da agência, Rodrigo Almeida.

Rodrigo Almeida da Agência Criativos vem auxiliando outros empreendedores a reformularem seus negócios para enfrentarem o momento (Foto: Divulgação)

Segundo ele, como a atuação da empresa no mercado envolve o serviço de consultoria e treinamentos, a equipe avaliou que estender os serviços de forma gratuita para empresários/empreendedores seria uma ferramenta importante, servindo como uma mão amiga diante da crise e um estímulo a prosseguir e não desistir.

União e força

A Criativos não foi a única. Outras empresas compreenderam a importância de atuarem de forma mais solidária nesse momento de crise. A agência de Inbound Marketing, Intermídias preparou um guia completo para empresários e microempreendedores, sobre “Como meu negócio poderá sobreviver à crise da COVID-19”. O conteúdo pode ser acessado gratuitamente através da página intermidias.com.br.

Já o Magalu criou o Parceiro Magalu, uma plataforma digital de vendas para ajudar micro e pequenos varejistas e profissionais autônomos a manter seus negócios e obter renda durante o período de isolamento social imposto pela pandemia de covid-19. 

Vale salientar que, hoje, o Brasil tem hoje 5 milhões de empresas varejistas e a maior parte delas com faturamento de até 5 milhões de reais ao ano. Desse total, apenas cerca de 50 000 vendem seus produtos digitalmente.em poderem abrir as portas desde o agravamento da crise do coronavírus, parte dos micro e pequenos perderam suas fontes de renda.

"Nossa plataforma permitirá que esses milhões de brasileiros possam continuar a trabalhar, sem sair de casa e sem correr riscos. Digitalizar o varejo e os brasileiros faz parte da nossa estratégia de negócio e do nosso propósito como empresa e ele nunca se mostrou tão necessário quanto nesses tempos que estamos vivendo", diz Frederico Trajano, CEO do Magalu. 

Para se ter uma ideia do processo, o Magalu antecipou alguma estratégias de marketing para garantir o suporte. "Por isso, fizemos em cinco dias o que estava planejado para ser feito em cinco meses. Sabemos que podemos enfrentar instabilidades no sistema, mas achamos que era preciso correr o risco", diz.

Novos valores
Com uma postura parecida, Rodrigo Almeida diz que não é hora de pensar só em vender, é hora de mostrar-se atenta às necessidades sociais e construir reputação. “Vislumbro empresas e empreendedores que sairão mais atentos às suas finanças, às possibilidades de crise, a responsabilidade social, a importância das relações com clientes e parceiros, mas acima de tudo profissionais mais criativos e sedentos por recuperação”, defende, mesmo reconhecendo que não serão meses fáceis. 

Em Salvador, a Agência Criativos começou com cinco consultorias criativas para proposição de ações frente à crise. “Depois de anunciado, recebemos demanda para apoio em campanhas, materiais gráficos, consultorias de comunicação digital e gestão do negócio. No total mais de 10 empresas já foram atendidas, mas continuamos em agendamento e encontros virtuais. Os resultados estão super positivos!”, comemora Almeida, destacando que tiveram retornos de empreendedores que lançaram novos serviços/produtos, empresas que conseguiram se posicionar em ambiente digital, campanhas que estão acontecendo e negócios que começaram a ser reiventar.

Para aproveitar os serviços oferecidos, basta escolher qual serviçor e enviar um direct no Instagram @criativos.pr. “Se for serviço gráfico, enviaremos um formulário de solicitação. Caso seja consultoria agendaremos um encontro online. Todos os serviços estão discriminados em nosso perfil”, esclarece Rodrigo. 

Ele destaca ainda que está apoiando qualquer iniciativa e/ou profissional que queira fazer uma ação em prol do outro. “Nós queremos somar forças e não deixar ninguém desamparado. Acreditamos verdadeiramente que juntos somos mais fortes. Para falar conosco basta mandar um e-mail para rodrigo@criativospr.com.br ou uma mensagem no nosso Instagram @criativos.pr e dizer o que deseja, propõe ou pode oferecer", finaliza.
  
Dicas e sugestões
- Consulte o e-book gratuito  com orientações para que empreendedores possam passar por essa fase. Esse e-book está acessível na bio do nosso Instagram @criativos.pr;

Mas também:
* Monitore tudo o que está acontecendo e que gera impacto direto sobre o seu negócio;
* Identifique tendências e possibilidades. É importante entender em qual contexto está inserido(a);
* Posicione-se socialmente, assuma direcionamentos, exponha seu produto/serviço, comunique sua marca e seja transparente;
* Ative os defensores de sua marca;
* Revise suas estratégias de mercado a cada dois dias;
* Flexibilize suas ações, ofereça novos produtos/serviços, extrapole os contratos;
* Não desista! Existe mercado para o seu produto/serviço, só é preciso revisitá-lo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas