'O Vitória tem que impor o ritmo desde o início', alerta Ronaldo

e.c. vitória
05.02.2019, 17:01:48
Atualizado: 05.02.2019, 18:32:00
Ronaldo foi o destaque do último clássico e segue titular (Maurícia da Matta / EC Vitória)

'O Vitória tem que impor o ritmo desde o início', alerta Ronaldo

Leão teve que correr atrás do placar nos três últimos jogos; quarta tem o Jequié no Barradão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Destaque do Vitória no empate em 1x1 com o Bahia no último domingo (3), o goleiro Ronaldo não quer dar chance ao azar diante do Jequié, quarta-feira (6), às 19h30, no Barradão, pela quarta rodada do Campeonato Baiano.

Para o camisa 1, o rubro-negro tem que usar o duelo anterior em casa, contra o Jacuipense, como um mau exemplo. Naquela partida, o Leão, mesmo atuando em casa, saiu atrás do placar e sofreu para empatar em 1x1.

"Hoje em dia não tem mais time pequeno ou grande no futebol. Sempre tem profissionais do outro lado, homens que estão trabalhando muito forte para alcançar os seus objetivos. Então tem que respeitar eles e entrar ligados. Tá aí o jogo do Jacuipense como um exemplo para a gente. Eles vieram com um time bem treinado, e o Jequié não será diferente", disse Ronaldo.

Nas últimas três partidas o Vitória saiu atrás do placar e teve que batalhar pelo empate. Contra o Jacobina, perdia por 1x0 e conseguiu virar. Contra Jacuipense e Bahia, a reação parou no empate de 1x1.

Para Ronaldo, isso tem que acabar: "Principalmente em casa, a gente tem que entrar mais fortes em campo e impor o ritmo de jogo desde o começo para conseguir o resultado. A gente tem que entrar com o propósito sempre de ganhar".

Com o empate do Bahia de Feira em 2x2 com o Jacobina, no domingo (3), o Vitória tem a chance de passar o Tremendão e assumir a liderança do estadual. Para isso, no entanto, precisa golear por cinco gols de diferença. "Importante a gente vencer todos os jogos e estar no topo da tabela. O professor Chamusca sempre mostra isso para a gente. Futuramente, por conta do regulamento, podemos ter uma vantagem de mando de campo", finalizou Ronaldo.

Este ano, o regulamento não dá mais a vantagem de jogar por dois empates nas semifinais e na final. Em caso de empate, a decisão será nos pênaltis. No entanto, o time de melhor campanha fará o jogo de volta em casa, como citou o goleiro rubro-negro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas