Obras de requalificação da Colina Sagrada começam nesta sexta (27)

salvador
26.04.2018, 11:26:00
Atualizado: 26.04.2018, 17:17:42
(Reprodução)

Obras de requalificação da Colina Sagrada começam nesta sexta (27)

Investimento é de R$ 11,5 milhões, e as intervenções devem durar 12 meses

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Começam nesta sexta-feira (27), a partir das 10h, as obras de requalificação do entorno da Colina Sagrada – que incluem a Praça do Largo do Bonfim e do Largo da Baixa do Bonfim. As obras começarão após o prefeito ACM Neto assinar a ordem de serviço para início imediato da requalificação. A solenidade acontecerá em frente à basílica. 

O investimento é de R$ 11,5 milhões, e as intervenções devem durar 12 meses. O objetivo é potencializar o caráter simbólico da Basílica de Nosso Senhor do Bonfim, estimulando o turismo religioso dentro do projeto da Prefeitura de implantação do Caminho da Fé, que começa no Memorial Irmã Dulce.

A Praça do Largo da Basílica terá os limites ampliados, de maneira que esta seja uma continuidade das escadarias do templo religioso, unificando todo o conjunto arquitetônico. Para alcançar esse objetivo, serão suprimidas algumas ruas contíguas à praça, cuja pavimentação será executada em mosaico de pedra portuguesa branca, com grafismos marcados no piso.

O sistema viário será redesenhado, suprimindo as vias que passam em frente à entrada da escadaria principal da basílica e à Casa do Juiz da Devoção, na esquina com a Ladeira dos Romeiros. Será criada uma edificação, integrada ao conjunto de casas do entorno, denominado Abrigo de Velas (velário), eliminando assim o risco de incêndio no templo.

Já o Largo da Baixa do Bonfim (Praça Euzébio de Matos) será redesenhado, alinhado com os arcos da Ladeira do Bonfim, reativando os vãos para funções comerciais e de serviços. No centro da Euzébio de Matos, será disposto um pequeno palco para realizações de eventos de menor porte pela comunidade.

Com o deslocamento da praça, alinha-se ao longo da via um grande estacionamento público para atender à demanda das vagas excluídas no Largo do Bonfim, além da criação de baias para ônibus e vagas para vans e motocicletas. A ligação entre as partes alta e baixa da Colina Sagrada será feita através de rampas e escadarias, com acessibilidade universal.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas