Oito sites que prometem devolver parte do seu dinheiro de volta

minha bahia
16.07.2018, 06:00:00
(Ilustração: Quintino Brito/ CORREIO)

Oito sites que prometem devolver parte do seu dinheiro de volta

Promessa é boa, mas é preciso cuidados; Correio explica como funciona o sistema

Quem não quer comprar e ter parte do dinheiro de volta? Esta é a promessa do cashback, um tipo de programa de fidelidade que pouca gente no Brasil conhece, mas que é bem popular no exterior ao garantir o retorno de parte do valor pago em uma compra feita pela internet. Em alguns casos é tentador: a depender da  plataforma, o retorno pode ser de até 50%. 

O CORREIO listou oito opções de cashbacks que operam no País (abaixo). Mas, como diz o ditado, quando a esmola é muita o santo desconfia. Assim, o consumidor precisa  entender como funciona este sistema de bonificação para não acabar caindo no golpe do falso desconto.

Na prática, as empresas parceiras pagam para anunciar no site e nos aplicativos de que operam o programa. Por isso é importante conhecer bem as condições de remuneração. O alerta é da economista do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Ione Amorim: “A orientação é que o consumidor tenha acesso à política de descontos, e ao contrato e verifique se o site disponibiliza um canal onde ele possa recorrer caso ocorra algum problema”.

Fato é que o mercado dos cashbacks está em consolidação, como afirma o diretor para meios de pagamentos da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, Franz Schoenborn. “Enquanto a fidelização tradicional dá pontos que após juntados em quantidades relevantes podem ser trocados por produtos e prêmios, com o cashback esse benefício retorna em dinheiro sem que o consumidor tenha que esperar para juntar o suficiente e trocar por alguma coisa”, destaca. 

Ainda de acordo com ele, com a concorrência cada vez mais acirrada entre as lojas virtuais, a aquisição de novos clientes é cada vez mais difícil e o custo disso, mais caro. “Para as empresas, os principais motivos estão nas vendas e na fidelização. Apesar de ser um mercado em formação, os cashbacks trazem um benefício imediato para o cliente. Eles dividem a comissão com o consumidor. O caminho é que isto ainda cresça acima da média do e-commerce”. 

Grana na conta

Uma das opções de cashbacks disponíveis no mercado é o site Méliuz. O valor do retorno, a depender da oferta e da loja, pode chegar a 50%. A plataforma tem mais de 1,6 mil lojas parceiras e já devolveu mais de R$ 65 milhões em sete anos de operação. “Em supermercados e drogarias, produtos promocionais chegam a ter 50% de cashback. Com a crise, programas de recompensa que antes eram usados para atender a desejos  dos consumidores se tornaram uma forma de complementar o orçamento. O cashback surge como uma alternativa que dá a liberdade de usar o dinheiro onde e como quiser”, diz o presidente da Méliuz, Israel Salmen. 

Outro sistema que opera neste sistema  é o site My Cashback. São mais de 300 lojas virtuais parceiras com retorno médio de  5%. O presidente da empresa é  Tomer Gooterman, que afirma: “Quando chegamos ao Brasil, as pessoas eram muito céticas com relação ao sistema e não acreditavam que iriam recuperar o dinheiro. Ao perceber que uma vez que ele consegue o dinheiro de volta, ele vai voltar ao site para comprar mais uma vez”. 

No Compre e Volta, a promessa de retorno é de 10%. Todos os membros podem resgatar até R$ 300 por mês, além do bônus mensal de R$ 20. “Hoje o cliente compra com você, amanhã não. Cada compra é iniciada todo o processo de conquistar o consumidor de novo. Fidelizar o consumidor é estratégico e os programas de cashbacks fomentam isso”, ressalta o diretor regional da Affinion, empresa que administra o site, Caio Palma Jacobino.

Extra

E por falar em dinheiro na conta, para o educador financeiro Antônio Carvalho toda economia é válida. “O cashback é um desconto inverso, ao invés de vender o produto mais barato, a empresa devolve parte do valor. Neste caso é preciso comparar com outras ofertas o valor devolvido com o preço final de um produto com desconto e aí  avaliar se a opção é mais vantajosa, ou um falso desconto disfarçado”.  

Por isso, observe os preços e compare os valores. O que não pode é se endividar para aproveitar um cashback: “Tome cuidado com o consumismo. Gastar demais só para aproveitar um desconto não é uma decisão inteligente”, completa o especialista. 

(Ilustração: Quintino Brito/ CORREIO)
(Ilustração: Quintino Brito/ CORREIO)
(Ilustração: Quintino Brito/ CORREIO)
(Ilustração: Quintino Brito/ CORREIO)


OITO OPÇÕES DE CASHBACKS  NA INTERNET

1. Méliuz A depender da loja, a devolução pode chegar a 50% do valor em dinheiro, transferido para a conta bancária do usuário. Atualmente o Méliuz tem mais de 1,6 mil lojas parceiras. Para receber o dinheiro de volta em suas compras online, o consumidor precisa se cadastrar pelo site ou app do Méliuz, procurar a loja que deseja e ativar o dinheiro de volta. O consumidor será direcionado para o site da loja, onde faz a compra normalmente. Uma outra forma de obter o benefício nas compras pela internet é ativar o cashback por meio da extensão, que ajuda o usuário a encontrar as lojas parceiras e ativar o cashback. Ao completar R$ 20 em sua conta do Méliuz, o cliente pode solicitar o resgate por meio do site ou do aplicativo. Entre as principais lojas com cupons promocionais no site estão Aliexpress, Submarino, Ricardo Eletro, Casas Bahia, Boticário, Uber, Americanas, Shoptime, Extra, Amazon, Hotéis.com, Netshoes, , Centauro, Sephora e Saraiva. www.meliuz.com.br  

2. MOO.BA O portal funciona também como mais uma opção de marketing filiado, que repassa parte do que recebe com a publicidade de lojas parceiras na plataforma para o cliente. O usuário do Moo.ba consegue até 10% de retorno do valor das compras feitas online, além de vários cupons de descontos. O valor oferecido de volta a cada compra varia de acordo com as porcentagens pré-negociadas com as empresas parceiras.  O cadastro é gratuito. Toda vez que você indicar um amigo e ele se cadastrar no Moo.ba você já irá ganhar R$ 5 pelo cadastro dele. Além disso, toda vez que esse seu amigo fizer uma compra e tiver dinheiro de volta, você receberá 5% do valor que ele recebeu de volta. Para obter o retorno é preciso instalar no navegador o plug-in “Economizador”. Ele vai ativar o cashback e alertar sobre as ofertas.  O resgate dos crésditos pode ser feito após o acúmulo de R$ 30. O site também permite a doação dos créditos disponíveis para instituições de caridade conveniadas. www.mooba.com.br  

3. Cashola O usuário entra na loja pelo link do Cashola e compra normalmente. Em até três dias o seu dinheiro de volta estará pendente na sua conta do Cashola, até que a loja parceira repasse o valor, algo que leva em torno de 30 a 90 dias até que seja disponibilizado para o resgate. O dinheiro de volta é calculado sobre o valor total da sua compra, excluindo descontos e o valor do frete. O usuário pode solicitar um resgate para sua conta bancária, Paypal ou trocar por cartão presente quando acumular  R$ 15. O site oferece também ofertas, cupons de desconto e promoções. O Cashola paga também R$ 5 por cada novo usuário que trouxer até o site. No entanto, o bônus de indicação só é liberado quando o seu indicado utilizar a conta do Cashola, ou seja, quando tiver o seu primeiro dinheiro de volta disponibilizado no cashback. Entre as lojas com descontos mais usados estão o Submarino, Shoptime, C&A, Carrefour, Ponto Frio, Americanas, Fnac,  e a Pneu Store. www.cashola.com.br 

4. Compra e Volta A cada compra online feita no shopping, os membros do clube têm acesso a no mínimo 10% de dinheiro de volta direto na conta corrente. há  promoções semanais que oferecem ainda mais cashback. Atualmente são mais de 200 lojas parceiras. Toda semana temos promoções que já podem chegar a 30% para todos os produtos da loja escolhida. Os membros do Compra e Volta podem resgatar até R$300 por mês, além do Bônus Mensal de R$20. Para participar do clube, o site cobra uma taxa de R$ 1 por mês. O dinheiro também é depositado na conta corente do usuário. Para as ofertas especiais de cashback, O Compre e vOlta faz sempre por loja, não por produto, ou seja, o associado ao clube  pode escolher qualquer produto da loja, não apenas os produtos que o e-commerce permite acessar. Como o sistema oferece a liberdade de escolha, ele não mapeia os produtos mais vendidos, mas  gerar cashback para o cliente que tem o benefício com base nas lojas parceiras.   www.compraevolta.com.br 

5. My Cashback  O MyCashback é uma plataforma internacional que devolve a porcentagem do preço pago de volta para o cliente, além de participar de promoções e descontos.  Cada site parceiro oferece um percentual de devolução sobre a compra e o cliente recebe diretamente em sua conta a cada R$ 50 reais resgatados. o site oferece uma média de 5% do dinheiro de volta. O cliente pode  instalar uma extensão no Chrome que vai lembrá-lo de usar o MyCashback em sites parceiros mesmo se for direto ao site da marca. Ao se cadastrar, o usuário ganha R$ 10.  Os membros também recebem R$ 5 a cada amigo indicado no Mycashback Friends Program.  São mais de 300 sites parceiros e os top que mais devolvem casbacks são a Aliexpress, Hoteis.com, Casas Bahia, Ebay, Submarino e Natura. A quantia de reembolso é calculada pela porcentagem da transação. Após a compra, o sistema leva 48 horas para identificar e transferir seu dinheiro de volta.www.mycashback.com.br 

6. Poup  Ao acumular R$30 já dá para pedir o resgate do valor para sua conta bancária em até 30 dias. O Poup oferece aos seus usuários um programa de bonificação em que os valores gastos em lojas virtuais afiliadas são convertidos em bonificações em dinheiro. Após efetuar a compra, o sistema do Poup irá rastrear o valor da compra realizada na loja virtual. Entre as lojas com ofertas de cashbacks em destaque tem a Avon, C&A, Natura, Hotel Urbano, Casas bahia e Zattini.  Já no ranking das mais buscadas estão Sephora, Americanas e Shoptime. O cadastro é grátis. O Poup está disponível em versão web e como extensão para Google Chrome, Mozilla Firefox e Internet Explorer.  Com o Poup Alerta, o usuário sempre consegue acessar  onde tem um bom desconto ou uma oferta de cashback nova na plataforma. E, se por um acaso, se por acaso o usuário esquecer esquecer de pedir o dinheiro de acumulou durante as compras nas lojas parceiras, ele tem até um ano para resgatar. www.poup.com.br

7. Beblue É preciso baixar o aplicativo e criar uma conta usando o seu CPF. O diferencial deste cashback é que não é preciso acumular pontos para efetuar a troca. O saldo volta imediatamente para o seu bolso. O aplicativo está disponível para os sistemas  iOS e Android e pode ser baixado gratuitamente. Há uma cobrança única de validação de dados cadastrais, no valor de R$ 1,99. O retorno do dinheiro vale também para lojas físicas que são parceiras do Beblue. O processo é bem simples: você faz sua compra através da maquininha do Beblue, com cartão de débito ou crédito , digita o seu CPF na hora do pagamento e recebe uma parte do valor gasto de volta, em forma de saldo cashback. Esse saldo poderá ser usado para efetuar pagamentos nos estabelecimentos parceiros ou também ser transferido para amigos que também tenham Beblue. Através da geolocalização, o aplicativo mostra quais são os estabelecimentos mais próximos do usuário. www.beblue.com.br 

8. Inmais  Com este cashback é possível transferir os pontos do seu cartão de crédito para a conta do Inmais e convertê-los em dinheiro. Entre os bancos parceiros estão os Cartões Caixa, o Banpará e o BRB Card. O limite máximo de conversão é de R$ 9 mil. Até o dia 31 de julho, o IN Mais está dando 50% de bônus nos Cartões Caixa. De acordo com informações divulgadas pelo site do Inmais, uma fatura de cartão, por exemplo, de R$ 3,5 mil tem um retorno em cashback de R$ 35. O usuário também pode acumular pontos ao utilizar o shoping da plataforma para fazer compras que são direcionadas Às lojas virtuais que anunciam no Inmais. Extra, Casas Bahia, Netshoes, Arno, Centauro e Fast Shop são alguns destes anunciantes. no shopping é possível acumular esta bonificação pelo sistema de cashback.  Os produtos ofertados pelos parceiros podem ter até 40% de desconto.   Os pontos também podem ser trocados por crédito de celular. A adesão ao programa é gratuita. www.inmais.com.br



***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas