Olimpíada de Matemática começa nesta terça-feira (6)

salvador
05.06.2017, 21:24:00
Atualizado: 05.06.2017, 21:31:38

Olimpíada de Matemática começa nesta terça-feira (6)

A disputa é uma oportunidade de avaliar o desempenho dos estudantes e revelar novos talentos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os estudantes da rede pública estão às vésperas da 13ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). A disputa, que começa nesta terça-feira (6), vai premiar os destaques da edição 2017 com medalhas de ouro, prata e bronze, além de menções honrosas. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Smed), 18.808 alunos de 50 colégios da rede municipal de Salvador vão participar da disputa. 

Procurada, a Secretaria Estadual de Educação (SEC) não informou quantos estudantes em toda a Bahia farão as provas. 

Os estudantes vão disputar 500 medalhas de ouro (Foto: Arquivo CORREIO)

No total, 18,2 milhões de estudantes de 51.373 instituições de ensino vão participar da prova em todo o Brasil. Eles vão disputar 500 medalhas de ouro, 1.500 de prata, 4.500 de bronze e 46.200 menções honrosas. A novidade deste ano é a premiações para estudantes de escolas particulares, que concorrerão a 25 ouros, 75 pratas, 225 bronzes e até 5.700 menções honrosas.

Em nota, a prefeitura informou que a Olimpíada Brasileira de Matemática é uma forma de estimular o estudo da disciplina e revelar novos talentos nessa área no país. "Por conta disso, as expectativas são altas para o desempenho dos estudantes soteropolitanos, visto que os baianinhos obtiveram performance destacada na última edição (2016), quando despontaram entre os dez melhores resultados da competição", diz o comunicado.

Os estudantes terão 2h30 para responder as provas na primeira fase. O exame será aplicado nas próprias escolas onde os alunos inscritos estão matriculados. Podem participar alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e de todo o Ensino Médio. 

Irmãos, Selena e Luan medalhistas da Olimpíada Brasileira de Matemática de 2016 (Foto: Arquivo Pessoal)

O resultado dessa fase será divulgado no dia 11 de agosto. Nesse mesmo dia serão divulgados os locais onde serão aplicadas as provas da segunda fase. Os estudantes responderão aos exames da segunda etapa no dia 16 de setembro. O resultado final da Olímpiada será publicado no dia 22 de novembro. 

Os colégios terão até o dia 19 de junho para enviar os cartões-resposta dos alunos que fizerem a primeira fase da disputa. Depois da segunda fase, as escolas terão o período entre os dias 14 e 22 de setembro para indicar os professores que irão acompanhar os estudantes classificados.

Baianos
Os irmãos baianos Luan Fraga Ramires, 15, e Selena Fraga Ramires, 13, participam da competição há alguns anos e já acumularam diversas premiações.  Na primeira vez que participou da Olimpíada, Luan ganhou menção honrosa, o prêmio abaixo do bronze. O ouro veio no ano seguinte. Já Selena começou a participar por incentivo do irmão e levou bronze já na primeira participação, quando estava no 6º ano. Assim como aconteceu com Luan, o ouro saiu em 2016. 

Os dois moram em Andaraí, cidade do interior baiano a 440 km da capital, e começaram a competir por influência da mãe deles. No início ela ajudava os filhos com as contas, depois, eles começaram caminhar sozinhos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas