Operação apreende 42 aves silvestres e três pássaros exóticos na Bahia

bahia
21.07.2020, 10:08:00
Atualizado: 21.07.2020, 10:27:58
(Divulgação/PRF)

Operação apreende 42 aves silvestres e três pássaros exóticos na Bahia

As aves que estiverem em condições de retornar ao seu habitat natural serão destinadas à soltura

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Pelo menos 42 aves silvestres e três pássaros exóticos de várias espécies já foram resgatados durante o primeiro dia da Operação Azulão, deflagrada na segunda-feira (20), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que tem como foco coibir a caça predatória, o tráfico e a criação ilegal de animais silvestres.

As ações estão concentradas na região nordeste da Bahia, principalmente, nos municípios que compreende a região de Ribeira do Pombal, Cipó, Olindina, Nova Soure, entre outros.De acordo com informações da PRF, muitas aves estavam acondicionadas em gaiolas sujas com fezes e sem água, demonstrando total falta de cuidado e maus tratos. Os infratores foram identificados e responderão na Justiça Criminal pelos crimes ambientais previstos da legislação pertinente. 

Ao todo foram lavrados 11 Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e também foram promovidas ações de conscientização e educação ambiental. Os animais foram encaminhados para órgão ambiental local onde receberam os cuidados dos profissionais veterinários. 

As aves que estiverem em condições de retornar ao seu habitat natural serão destinadas à soltura. Já as mais debilitadas passarão por um processo de tratamento e reabilitação. O retorno ao habitat natural nem sempre é um processo rápido. Muitas vezes os animais precisam de maiores cuidados veterinários, pois são vítimas de maus tratos e apresentam lesões provenientes da captura ou estão bastante debilitados por conta da má alimentação no cativeiro. 

Além de tratar a saúde, os animais precisam muitas vezes reaprender algumas funções básicas como voar e buscar seu alimento na natureza.

A PRF realiza com frequência ações relacionadas ao tráfico de animais silvestres tanto pelo fato da Bahia apresentar uma grande diversidade da fauna brasileira como pelo fato do estado ser a principal rota entre a região Sudeste e os demais estados do Nordeste.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas