Operação em Piatã incentiva população a adotar animais abandonados

salvador
09.03.2021, 18:37:00
(Fotos: Bruno Concha/Secom)

Operação em Piatã incentiva população a adotar animais abandonados

Cerca de 30 animais são abandonados na região a cada dia

Para conscientizar a população sobre a importância da adoção de pets desabrigados, em especial de cães e gatos, a Diretoria de Promoção à Saúde e Proteção Animal (Dipa), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou nesta terça (9) uma ação educativa em Piatã sobre o tema. A iniciativa está sendo realizada no estacionamento Zona Azul, em frente ao bar Siri Cascudo – mesmo local onde o Castramóvel está temporariamente instalado.

A campanha busca promover reflexão sobre como pode ser rica a experiência da adoção de animais para os tutores e reforçar os benefícios para ambos. Foram distribuídos folhetos informativos com dicas sobre saúde animal, lazer, higiene e alimentação para os possíveis tutores.

Paralelo à campanha, também está sendo realizada uma ação para coibir o abandono animal. Na região há uma colônia de gatos e a incidência de abandono é alta – em média, 30 gatos são abandonados semanalmente apenas nesta região, como afirmou a diretora da Dipa, Tainara Ferreira.

"Estamos conscientizando toda a população, sobretudo porque isso é crime. Se porventura ocorrer o abandono, as viaturas da polícia estarão lá para fazer valer a lei. A colônia precisa ser desconstruída, os animais não devem estar neste espaço. O lugar deles é em um lar, sendo tratados com cuidado, amor e a dignidade que eles merecem", afirmou a diretora.

De acordo com a diretora, os abandonosvêm crescendo desde o ano passado, no período de início da pandemia do coronavírus. "Muitas pessoas adotaram animais durante este período de isolamento social, mas nem todo mundo tinha consciência da responsabilidade que é a adoção. Esta é uma problemática crescente", disse.

O abandono de animais é uma prática considerada crime no país (leis federais 9.605/98 e 14.064/20). Tanto o abandono quanto os maus-tratos podem render pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e proibição da guarda.

A operação ocorrerá até o próximo domingo (14) em parceria com a Guarda Civil (GCM) e Polícia Militar (PM-BA), através da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) e da 15ª Companhia Independente de Polícia Militar. A mobilização está sendo efetuada 24 horas para monitorar possíveis casos de abandono na região.

Quem deseja adotar um dos gatinhos que residem na colônia de Piatã deve entrar em contato com a Dipa através do perfil @diretoriaanimalsalvador no Instagram. Além de estarem com a vacina antirrábica em dia, a maioria dos animais disponíveis já são castrados.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas