Operação prende 11 pessoas e resgata 300 animais silvestres na Chapada

bahia
09.05.2019, 11:34:00
Atualizado: 09.05.2019, 12:59:52

Operação prende 11 pessoas e resgata 300 animais silvestres na Chapada

Um carro roubado também foi recuperado

Cerca de 300 animais silvestres foram resgatados após o início da 44ª etapa da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), na região do Piemonte da Chapada. A operação, que teve início na segunda-feira (6), já prendeu 11 pessoas e recuperou um carro roubado. A operação conta com aproximadamente 150 colaboradores de mais de 30 órgãos públicos estaduais e federais, além de ONGs, sob o comando do Ministério Público da Bahia (MP-BA) e do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF). 

A FPI promove ações de combate a crimes ambientais em dez cidades do Centro-Norte baiano: Jacobina, Andorinha, Campo Formoso, Mirangaba, Miguel Calmon, Várzea Nova, Morro do Chapéu, Ourolândia, Umburanas e Jaguarari são alvos da fiscalização. 

Na quarta-feira (8), durante averiguação de uma denúncia sobre um cativeiro ilegal de animais silvestres, no município de Mirangaba, a equipe de Fauna encontrou um veículo Renault Sandero, com placa de Salvador. Depois da vistoria, foram identificados indícios de adulteração nos elementos de identificação, constatando que se tratava de um veículo clonado. 

Quando verificaram a placa original, encontraram o registro de uma ocorrência de roubo no dia 26 de novembro de 2013. O veículo foi roubado em Salvador e teria sido comprado na cidade de Senhor do Bonfim. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Mirangaba. O homem que se identificou como dono do carro foi preso e responderá pelo crime de receptação. 

Ainda na segunda-feira, em Jacobina, a equipe da FPI também encontrou, em uma residência, 35 animais silvestres em cativeiro, além de partes de um animal abatido, mais de R$ 5 mil reais em dinheiro vivo e 300 gramas de ouro, escondidos em uma casinha de cachorro. Na ocasião, o dono do imóvel fugiu, mas se apresentou na delegacia da cidade, na terça-feira (7), quando foi preso. Ele já tinha passagem pela polícia por caça e criação de animais silvestres sem permissão do Ibama, posse ilegal de armas e munição, entre outros crimes ambientais. 

O coordenador da equipe Fauna - formada por Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ibama, Cemafauna, Conselho Regional de Medicina Veterinária da Bahia (CRMV/BA) e Ong Animallia -, Marcus França, explicpu que a região do Piemonte da Chapada apresenta três graves problemas relacionados à fauna: a caça predatória, o tráfico de animais silvestres e a criação ilegal.

"É necessário uma mudança de cultura e para isto torna-se indispensável o envolvimento dos órgãos locais, com ações de fiscalização e de educação ambiental", disse o policial rodoviário federal.

Durante a fiscalização, a equipe de Mineração, que está focada na extração ilegal de areia na região, flagrou ações que configuram crime ambiental. Foram apreendidos seis caminhões que realizavam transporte irregular, um veículo foi recuperado e uma pessoa foi presa em flagrante por receptação do material. 

Os outros oito presos durante os primeiros dias de FPI já foram liberados e vão responder por manter ilegalmente animais silvestres em cativeiro. As penas para estes crimes ambientais são de multa de até R$ 5 mil, por animal encontrado irregularmente, e até um ano e seis meses de prisão. 

Conjunto
FPI, que foi criada em 2002, é um programa de fiscalização continuada do MP-BA, realizado em conjunto com o Comitê da Bacia do Rio São Francisco (CBHSF), e composto por 150 profissionais e policiais de mais de 30 órgãos estaduais e federais, além de ONGs voltadas ao meio ambiente. A missão é cuidar da saúde do rio São Francisco e dos moradores dos municípios que integram a Bacia Hidrográfica do Velho Chico. 

Nesta 44ª etapa, realizada no centro-norte da Bahia, as áreas que estão sendo fiscalizadas são: barragens, fauna silvestre, saneamento básico, educação ambiental, desmatamento, utilização irregular de agrotóxicos, uso irregular da água, extração mineral, comunidades tradicionais, patrimônio cultural e histórico, entre outras. 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/thiaguinho-chora-ao-cantar-musica-que-escreveu-para-fernanda-souza-veja/
Cantor começou a se emocionar durante a canção 'Deixa Tudo Como Está'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dancarino-morre-e-outras-duas-pessoas-ficam-feridas-em-ataque-de-faccao/
Três homens e uma mulher em um carro atiraram contra moradores em São João do Cabrito
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jovem-se-finge-de-gato-e-mia-embaixo-da-cama-para-nao-ser-achado-por-policiais/
Ele é suspeito de ter participado de um latrocínio em Fortaleza
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/do-cordel-a-escultura-leitores-fazem-homenagens-para-correio/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-deixa-delegacia-e-volta-atacar-publico-lgbt-na-porta-de-unidade/
Na madrugada, Edson Macedo invadiu bar Caras e Bocas, destruiu local e agrediu clientes e artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/triste-sina-da-mulher-ketchup-8-anos-depois-erenildes-aguiar-enfrenta-depressao/
Sem a fama de antes, arrependida e com doença severa, Erenildes vive de remédios e trancada dentro de casa
Ler Mais