Os cuidados com a postura

especial publicitário
01.10.2017, 00:00:00
Atualizado: 30.01.2019, 14:24:57
(Shutterstock)

Os cuidados com a postura

E esse é um assunto muito sério e requer avaliação médica para a liberação do esporte

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quando o assunto é postura minha atenção é redobrada. Há muitos anos enfrento problemas de coluna devido a uma postura muito ruim. Passei por ortopedista, fisioterapeuta, pilates e RPG, mas a disciplina de uma criança de 12 anos sempre me fez voltar ao problema: má postura, dores lombares e cervical.

Quando comecei a correr essa era uma das minhas maiores preocupações. E por diversas vezes ouvi a profissional de educação física Lucijane Coelho, do primeiro grupo de corrida que participei, o Let’s Run, gritar: “abre esse peito, Monique!”. Essa frase virou um mantra e, hoje em dia, durante as corridas, estou o tempo inteiro tentando melhorar a minha postura.

E esse é um assunto muito sério e requer avaliação médica para a liberação do esporte. “A primeira avaliação é sempre a avaliação postural”, explica o fisioterapeuta do Esporte Clube Bahia, Neto Dourado. “É uma avaliação estática, pego o atleta parado e consigo identificar os desvios de forma estática, e na avaliação dinâmica, consigo ver esses desvios em movimento”, revela.

02. Então, nada de escapulir a essa avaliação. E esse conselho eu dou com conhecimento de causa: não existe nada melhor do que cuidar da sua coluna!

O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas