Pablo e Asas Livres resgatam o arrocha nostálgico no Parque de Exposições

entretenimento
26.10.2019, 09:00:00
Cantor foi revelado no Asas Livres (Lorena Vinturi/Divulgação)

Pablo e Asas Livres resgatam o arrocha nostálgico no Parque de Exposições

Show acontece neste sábado e tem no repertório composições dos anos 2000

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A nostalgia do arrocha vai tomar conta do Parque de Exposições neste sábado (26). Sucesso nos anos 2000, a banda Asas Livres sobe no palco na companhia de Pablo, o príncipe do arrocha, para cantar as músicas que fizeram sucesso no gênero.

“É um momento muito especial da minha vida resgatar as origens. Sempre tive vontade de resgatar o que me fez chegar até aqui, na carreira solo”, disse o ex vocalista da Asas Livres.

No repertório, só as antigas. Pablo afirmou que a intenção é protagonizar uma “noite memorável”, onde o público cantará composições como Cristina e Tudo Azul.

Confira na íntegra a conversa do cantor com o CORREIO:

CORREIO: Como é estar de volta ao palco com o grupo que te revelou no arrocha?
Pablo: É um momento muito especial da minha vida resgatar as origens . Estou muito feliz de voltar aos palcos com esse projeto. Passa um filme na minha cabeça de tantos bons momentos e dos perrengues também que me fizeram chegar até aqui.

CORREIO: Qual a expectativa para esse dvd?
Pablo: Realizado. Essa é a palavra. Tenho certeza que vai ser uma noite memorável.

CORREIO: De onde partiu a ideia para esse projeto?
Pablo: Eu sempre tive vontade de resgatar as raízes, o que me fez chegar até aqui, minha carreira solo. Então, combinamos com meu empresário e com o empresário do Asas Livres e intensificamos o projeto com ideias.

CORREIO: Como vai ser o repertório? Vão ter músicas novas com o grupo? Podemos esperar alguma surpresa?
Pablo: O repertório vai ser das antigas. Só releituras de canções que marcaram a música com a pegada de arrocha. Um dos maiores sucessos da época, "Cristina", " Tudo Azul", entre outras.

CORREIO: Como se sente sabendo que foi um dos precursores do arrocha no país?
Pablo: Pra mim, é gratificante, ter sido o precursor de um grande movimento, que alcançou o Brasil e outros gêneros. Além do arrocha, a sofrência, que veio forte também com o ritmo.

CORREIO: Quais os próximos projetos?
Pablo: Paralelo a esse projeto, que vai rodar algumas cidades do Brasil, vamos lançar mais singles e clipes, em minha carreira solo.
 

Serviço:
O quê: Pablo e Asas Livres
Quando: Sábado (26), às 19h
Onde: Parque de Exoposições (Av. Paralela)
Ingresso: de R$45 a R$140
Venda: lojas do pida e sites do salvador tickets e balcão de ingressos

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas