Padre italiano morre em acidente de carro na BR-430

bahia
18.12.2014, 12:58:00
Atualizado: 18.12.2014, 12:58:50

Padre italiano morre em acidente de carro na BR-430

O monsenhor João Zanchetta atuava na paróquia há 16 anos, após um acidente tirar a vida de outro padre na mesma rodovia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Padre italiano morre em acidente  na BR-430
(Foto: Divulgação/Diocese de Caetité)

Um padre italiano da paróquia de Novo Horizonte morreu durante um acidente de trânsito na BR-430, entre os municípios de Igaporã e Riacho de Santana.

O monsenhor João Zanchetta atuava na paróquia há 16 anos, onde assumiu o posto após um acidente tirar a vida de outro padre italiano, Aldo Lucchetta, no mesmo trecho da rodovia em 1998.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro onde o padre capotou na BR-430 por volta das 15h da quarta-feira (17). O pároco era a única pessoa dentro do veículo.

Ele chegou a ser socorrido para o hospital municipal de Riacho de Santana, mas não resistiu aos ferimentos.

As dioceses de Caetité e Livramento de Nossa Senhora informaram que o religioso será enterrado ainda nesta quinta-feira (18), às 16h, após uma missa na matriz Nossa Senhora da Glória, na mesma cidade onde o monsenhor Zanchetta conduzia sua paróquia. Ele será sepultado no cemitério da igreja.

O padre João, como ele era chamado pelos fiéis, prestava assistência pastoral e também trabalhava na escola Família Agrícola da região. Em nota, a dioceses lamentou a morte do religioso. Antes de comandar a paróquia de Novo Horizonte, o monsenhor Zanchetta atuou no Espírito Santo. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas