Pais se mobilizam para renovar matrícula ou decidir por nova escola

especiais patrocinados
05.09.2018, 17:48:49
Pais de Maria Luiza, Fernanda e Ricardo Lima estão em busca da nova escola para a filha (Fotos: Divulgação)
Estúdio Correio -

Pais se mobilizam para renovar matrícula ou decidir por nova escola

Escolha da instituição de ensino deve ser criteriosa

Fernanda e Ricardo Lima estão em busca da nova escola para a filha, Maria Luiza, de 10 anos. Eles e outros milhares de pais, em toda a Bahia, estarão em breve renovando a matrícula ou escolhendo a instituição em que seus filhos vão estudar. Antes da definição, vários critérios são sempre considerados e levados em conta para a escolha.

O primeiro item que foi analisado, segundo Ricardo, foi a questão logística. “Pensamos em uma escola não muito distante de casa, com boa localização e acesso fácil. Esta comodidade é importante para o bem-estar da nossa filha. A partir daí, definimos uma lista inicial de instituições”, citou.

O administrador lembra, no entanto, que outro item é fundamental para a escolha: a proposta pedagógica. “Ela precisa focar no desenvolvimento humano”, citou. A estrutura também vem sendo levada em conta, e, por isso, o casal tem visitado as escolas para conhecer as instituições e, também, participar de encontros de apresentação das mesmas. A questão financeira não foi a mais importante, mas também foi levada em consideração, para que a mensalidade esteja ajustada ao orçamento familiar.

A proposta pedagógica e estrutura da atual escola de Luiza foram destacadas pela mãe Fernanda. “Ela está em uma escola comprometida com o propósito deles. Além de ser muito organizada e contar com uma excelente estrutura, a instituição proporciona uma relação de confiança e transparência muito grande.

Os alunos estão antenados com o que está acontecendo, são críticos e com poder de argumentação muito bom”, elogia. A escola, no entanto, só oferece educação até o quarto ano ensino fundamental. Por isso, os pais procuram uma nova instituição.

“Família e escola são pontos de apoio e sustentação à formação do jovem. São marcos de referência existencial. Vida familiar e vida escolar são simultâneas e complementares. A comunicação e participação ativa dos pais no cotidiano escolar são fundamentais para o sucesso dos projetos da escola e ocorre desde o primeiro contato no momento da matrícula, no qual os pais são acolhidos e ouvidos em suas expectativas”, afirma a supervisora pedagógica do Colégio Ômega, Eneida Souza.

Para o diretor do Instituto Dom de Educar, professor Tony Lima, os pais devem levar em conta, principalmente, três aspectos na escolha da escola dos seus filhos. O primeiro deles é a estrutura física. “As escolas de educação infantil, por exemplo, devem ser planas, como estrutura física adequada, com acessos rápidos e portas largas.

O mobiliário deve ser pensado na criança e os materiais pedagógicos focados neste público”, citou. A segunda questão é o projeto pedagógico, segundo ele imperativo na instituição, com normativas claras. Outro ponto importante, de acordo com o diretor, é a localização. “Estes três aspectos levam em conta a segurança física, intelectual e afetiva do sujeito que vai aprender”, afirmou.

O QUE AVALIAR

Proposta pedagógica
As normas, objetivos e a metodologia que será aplicada pela escola na prática cotidiana deve ser um dos principais itens analisados

Infraestrutura
Os pais devem levar em conta o bem-estar dos alunos e o que é oferecido de fato para que a proposta pedagógica seja executada

Localização da escola e transporte
O fácil acesso e a proximidade de casa são critérios cada vez mais utilizados pelos pais na escolha da instituição, levando em conta segurança e comodidade

Investimento
A família deve procurar uma escola que melhor caiba no orçamento doméstico. Importante lembrar que nem sempre a escola mais cara traz mais vantagens

Proposta pedagógica em análise
A capacidade da escola de conseguir aplicar na prática diária o projeto pedagógico deve ser analisada. Trata-se da execução da metodologia, mediante técnicas de ensino.

De acordo com Cláudia Cely Pessoa, coordenadora pedagógica do Colégio Oficina, o projeto pedagógico é o compromisso firmado pela escola que define qual será a sua contribuição em educação para aquela comunidade. “Sendo assim, é salutar que esse projeto tenha uma ou algumas teorias pedagógicas e seja um reflexo dos anseios de quem estará inserido nesse contexto. Ela deve ser diversificada, atualizada, inclusiva e factível”, citou.

Pessoa informou que o Colégio Oficina, por exemplo, inspirou-se nas fontes da pedagogia histórico-crítica, nos fundamentos do Construtivismo e nas premissas das quatro aprendizagens.

“A proposta pedagógica deve trazer de forma clara e acessível aos pais o regimento da escola com as regras pautadas na legislação, além da abordagem pedagógica a ser seguida, com a linha que vai construir a relação de ensino e aprendizagem”, citou o diretor do Instituto Dom de Educar, professor Tony Lima.

A escola, segundo Lima, tem como proposta uma abordagem sócio-interacionista. “Temos professores preparados com o uso de metodologias ativas, nas quais a sala de aula não um lugar parado. Nela, o professor é um motivador, um interlocutor da mediação entre o que o sujeito sabe e o que ele vai desenvolver no aprendizado”, citou o diretor.

“A proposta pedagógica deve trazer de forma clara e acessível o regimento da escola, além da abordagem pedagógica a ser seguida, com a linha que vai construir a relação de ensino e aprendizagem”

Professor Tony Lima, diretor do Instituto Dom de Educar

Formação intelectual e também humana

Escolas focam na formação de alunos capazes de compreender o mundo com visão crítica

As escolas estão focadas não apenas em repassar o conhecimento, mas também formar cidadãos reflexivos, críticos e com valores fortalecidos, conhecedores de seu papel social. Por isso, para a orientadora educacional do Colégio Vitória-Régia, Daniela Cidreira, para atender às demandas atuais da sociedade, é necessária uma reflexão e reinvenção no papel das instituições de ensino.

“A proposta pedagógica deve ser pautada na formação de seres humanos capazes de compreender o mundo, com visão crítica, atuando de forma eficiente e eficaz com a realidade, e no exercício da cidadania” explica a diretora geral do Colégio Vitória-Régia, Sandra Miranda Moreira. A escola deve ir além de apenas passar o conteúdo em sala de aula.  Por isso, para ela, é importante a família escolher uma instituição que também ensine valores e estimule o desenvolvimento cognitivo, emocional, físico e social, independentemente da idade do estudante.

Para a coordenadora pedagógica do Colégio Oficina, Cláudia Cely Pessoa, a complexidade do processo de aprendizagem advém de uma atualização constante e uma conexão com o mundo. “A formação dos estudantes não pode ser dissociada das transformações ocorridas nele. Precisa contemplar a criticidade, mas não perder a criatividade que é estimulada, em especial, através de vários mecanismos como atividades externas, seminários, encontros com outras instituições, olimpíadas, atividades artísticas, congressos de estudantes, enfim, inúmeras atividades que estimulem o desenvolvimento dessas habilidades”, citou.

Mudanças
O diretor do Colégio Antônio Vieira, José Teixeira, lembra que as escolas estão se mobilizando para trabalhar com as novas pedagogias, novas didáticas e novas metodologias, para estar antenadas com as demandas do tempo presente.

“Estamos transformando os espaços para que possamos trabalhar com essas novas pedagogias, estimulando cada vez mais os alunos a trabalharem em grupos, para que o nosso trabalho leve mais em conta as aprendizagens e não necessariamente o ensino.

Buscamos fazer o deslocamento do eixo de ensino para a multicentralidade da aprendizagem. Implica no desenho de uma nova arquitetura física e de uma nova arquitetura curricular. Nossa escola está muito atenta ao que está acontecendo dentro e fora dela”, afirmou.

O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas