Para economizar, Ufba terá horário de funcionamento especial no recesso letivo

bahia
26.06.2019, 19:16:00
Atualizado: 26.06.2019, 19:18:20
(Marina Silva/CORREIO)

Para economizar, Ufba terá horário de funcionamento especial no recesso letivo

Universidade reclama de falta de recursos, retiros pelo MEC

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Universidade Federal da Bahia (Ufba) informou nesta quarta-feira (26) que funcionará em horário especial durante o período de recesso entre os semestres letivos. Entre os dias 8 de julho e 2 de agosto, a instituição estará aberta das 7h30 às 13h30.

De acordo com comunicado divulgado pela universidade, a medida emergencial foi adotada em caráter excepcional pela administração e tem como objetivo reduzir custos. Vale lembrar que a Ufba é uma das universidades federais que teve bloqueio de verba de 30% por parte do Ministério da Educação (MEC). No último dia 7 de junho, a Justiça Federal da Bahia ordenou que o corte fosse suspenso.

Com o funcionamento reduzido, a universidade espera economizar principalmente nas despesas com água e energia elétrica. No documento, a Ufba disse que a medida é imprescindível, já que vive "um cenário em que mais da metade do orçamento da UFBA para o ano de 2019 encontra-se inacessível – 30% estão bloqueados (ou seja, o crédito está indisponível no sistema orçamentário federal) e 22% estão contingenciados (o crédito está previsto, mas sem data para ser liberado) pelo Ministério da Educação"

No comunicado emitido, a Ufba informou ainda que eventos que ocorram fora do horário de funcionamento especial deverão ser reprogramados. A única exceção é para o período de matrícula presencial dos alunos de graduação e pós-graduação, que acontecerá normalmente entre os dias 22 e 26 de julho. Também não serão afetados laboratórios que realizem pesquisas e serviços essenciais que não possam ser interrompidos, além do setor de prestação de serviços de tecnologia da informação.

“Enquanto não for revertido o bloqueio, a regularidade de nosso funcionamento pleno precisa ser repensada de modo emergencial. A Ufba precisará, mais do que nunca, estar preparada para enfrentar uma dura travessia. É fundamental então nossa unidade na aplicação de medidas imediatas de contenção de despesas”, afirma o reitor João Carlos Salles.

Restaurante Universitário
De acordo com a Ufba, o Restaurante Universitário (RU) não deixará de atender aos estudantes. Os pontos de distribuição de refeições funcionarão em horário que ainda será divulgado pela Pró-reitoria de Assistência Estudantil e Ações Afirmativas, como já ocorre rotineiramente em períodos de recesso. O horário dos serviços de segurança dos campi também não sofrerá alteração.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas