Parceria entre Central Única das Favelas e Braskem distribui cestas básicas em Salvador

salvador
05.05.2021, 17:50:24
(Divulgação)

Parceria entre Central Única das Favelas e Braskem distribui cestas básicas em Salvador

Iniciativa realizada em outros quatro estados vai atender a  3.500 famílias na Bahia. Investimento é de R$ 1,5 milhão  

Comunidades baianas vão receber 3.500 cestas básicas doadas pela Braskem em parceria com a Central Única das Favelas (CUFA). O primeiro lote de alimentos foi distribuído, nesta quarta-feira (5), para 100 famílias dos bairros de Águas Claras e São Caetano, beneficiando cerca de 500 pessoas. 
 
A entrega foi acompanhada pela gerente de Relações Institucionais da Braskem, Magnólia Borges, o presidente nacional da CUFA, Preto Zezé, e o presidente estadual da CUFA na Bahia e coordenador da entidade no Nordeste, Márcio Lima.
 
“As parcerias entre o setor privado e a sociedade civil têm se mostrado essenciais no combate à fome. Unir forças com empresas como a Braskem nos ajuda a levar fôlego para as Mães da Favela, que como chefes de seus lares, muitas vezes não têm para onde correr. E é importante lembrar que, acudir essas mulheres é uma obrigação social no momento. A última pesquisa do Data Favela, em fevereiro deste ano, mostrou pra gente que 82% das famílias nas favelas brasileiras não teriam condições de se alimentar caso não tivessem recebido doações. O problema é urgente”, afirma Preto Zezé, Presidente Nacional da CUFA.
 
De acordo com Magnólia Borges, esse é um momento importante de solidariedade. "A Braskem busca minimizar o impacto causado pela pandemia. Para isso, uniu esforços para ajudar as comunidades do nosso entorno. Essa ação em específico tem o diferencial de apoiar mães a levar alimento para casa, evitando a exposição delas e de suas famílias ao coronavírus", pontua a gerente de Relações Institucionais da Braskem.
 
O presidente estadual da CUFA na Bahia e coordenador da entidade no Nordeste, Márcia Lima, reforça a importância dessa doação no cenário atual da pandemia. "Estamos vivendo a pior fase da pandemia da Covid-19, a falta de emprego e oportunidades para empreender deixam às mães divididas entre o medo de contaminar seus familiares e a necessidade de colocar comida na mesa. Não queremos que elas tenham essas únicas opções de escolhas".
 
Além da Bahia, as cestas básicas serão distribuídas em outros quatro estados: Alagoas, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, atendendo, ao todo, 11.600 famílias com um investimento de R$ 1,5 milhões. A iniciativa beneficia mulheres chefes de família assistidas pelo programa da CUFA "Mães da Favela", que foram diretamente afetadas pela crise social causada pela pandemia da Covid-19. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas