'Parkour de Taubaté': novo esporte vira meme e rende comparações com grávida

em alta
27.01.2020, 18:42:00
Atualizado: 27.01.2020, 19:11:44
(Foto: Reprodução/TV Vanguarda)

'Parkour de Taubaté': novo esporte vira meme e rende comparações com grávida

Manobras chamaram a atenção de internautas por suposta falta de habilidade

Em janeiro de 2012, Maria Verônica Vieira levou ao mundo o nome de sua cidade. A façanha de ganhar espaço em rede nacional por conta de uma falsa gravidez de quadrigêmeos fez com que a mulher fosse 'rebatizada', pegando emprestado o nome de sua terra natal e adicionando-o a sua alcunha - algo reservado a um seleto grupo, liderado por Leonardo da Vinci. Nascia a "Grávida de Taubaté".

Desde então, "de Taubaté" deixou de ser apenas um adjetivo indicativo de regionalidade e transformou-se em um sinônimo de, digamos, falsidade. "Hétero de Taubaté", "santa de Taubaté" e "milionário de Taubaté" são alguns exemplos de uso da deliberação.

Acontece que, nesta segunda-feira (27), um fato novo conseguiu unir as duas semânticas numa só sentença: o parkour de Taubaté.

Uma reportagem exibida no 'Bom Dia Vanguarda', da TV Vanguarda (afiliada da Rede Globo) mostra a prática do esporte na cidade paulista. Acontece que, apontam alguns internautas, a execução das manobras são tão fidedignas quanto os quadrigêmios da icônica gestante.

"Um grupo de mulheres se reuniu para saltar, correr e dar até cambalhoras". Assim foi anunciada a reportagem, de forma acertada, pela âncora do telejornal. Logo nas primeiras imagens aparece uma jovem chamada Júlia, de 18 anos, executando os movimentos narrados pela apresentadora.

"É mais você com você mesmo. A sua movimentação com o meio. Como você faz para superar os obstáculos, sejam eles físicos ou mentais", descreve a jovem, enquanto são exibidas cenas da mesma descendo uma escadaria pulando.

Memes
Imediatamente as redes sociais foram infestadas de memes sobre a modalidade esportiva taubateana. "Nem a grávida de Taubaté era tão falsa quando o Parkour de lá", apontou Raul Ferreira, no Twitter.

Já outros moradores da cidade demonstraram orgulho de mais um feito produzido por aquelas bandas. "Tenho para mim que como o meme da grávida de Taubaté saturou, a cidade buscou produzir outra pérola, porque não é possível isso aqui!", comemorou Mylla Sampaio.

Além disso, outros internautas apontaram o fato da prática ser inclusiva. "Depois de ver o vídeo das mulheres que fazem parkour em Taubaté eu finalmente encontrei um esporte que tenho condições de praticar", celebrou Yuri Gadelha.

Veja as melhores cenas do Parkour de Taubaté

*Com orientação do editor João Gabriel Galdea.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rui-costa-se-nao-vai-ajudar-pelo-menos-me-deixe-trabalhar-em-paz/
Governador falou em "perseguição" do governo federal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-de-carnaval-hoje-tem-o-ultimo-ensaio-do-cortejo-afro-no-pelourinho/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/confira-os-melhores-momentos-de-vitoria-0x0-freipaulistano/
Leão segue invicto em 2020 e na zona de classificação
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-de-carnaval-hoje-tem-furdunco-e-banho-de-mar-a-fantasia/
O chefe de reportagem Jorge Gauthier apresenta quadro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-de-carnaval-hoje-tem-fuzue-e-festa-no-mar/
O chefe de reportagem Jorge Gauthier apresenta quadro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/diretora-baiana-fala-sobre-nu-artistico-de-mulheres-com-mais-de-60-muito-amor/
No documentário Nuas e Cruas, Mariana Ayumi, 21, reflete sobre corpo, nudez e feminismo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rica-em-historia-igreja-de-sao-domingos-e-pouco-explorada-no-turismo-religioso/
Local é ofuscado pela fama do Convento de São Francisco, a Igreja do Ouro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tecnologia-e-acessibilidade-permitem-maior-inclusao-em-parque-aquatico/
Beach Park apresenta sua segunda atração com realidade virtual
Ler Mais