Passageira de ônibus é presa com 215 ‘papelotes’ de cocaína e 7,25 Kg de maconha

bahia
07.08.2021, 09:23:00
Atualizado: 07.08.2021, 09:23:56
(Foto: Divulgação/PRF)

Passageira de ônibus é presa com 215 ‘papelotes’ de cocaína e 7,25 Kg de maconha

Mulher de 29 anos vinha de São Paulo; veículo foi abordado pela PRF em Feira de Santana

Uma mulher de 29 anos foi presa em Feira de Santana com centenas de papelotes de cocaína e nove tabletes de maconha. Ela carregava a droga dentro da bagagem em um ônibus interestadual quando foi presa em flagrante pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

Um grupo de policiais rodoviários federais fazia a fiscalização ostensiva na chamada Operação Cão de Faro, em frente à unidade operacional que fica no Km 429 da BR-116, quando abordaram o ônibus interestadual. O coletivo fazia a linha São Paulo (SP) – Mombaça (CE).

Durante a abordagem no veículo, os policiais notaram perceberam que uma passageira aparentava um nervosismo incomum. Quando fizeram a consulta detalhada, identificaram que ela tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas.

Os agentes fizeram vistoria na bagagem dela e encontraram a cocaína embalada em 215 papelotes, correspondente a 200 g (duzentas gramas). Além disso, dentro da mochila também havia 7,25 kg de maconha. Todo o material estava pronto para comercialização.

A passageira confessou aos policiais que foi coagida a transportar as drogas. Ela alegou que foi ameaçada por integrantes de uma facção criminosa como forma de pagamento por ter sido presa em 2018 com mais de 250.000 reais em dinheiro da facção. Segundo a mulher, o destino final das drogas era a cidade de Juazeiro. 

A mulher, que mora em São Paulo, foi presa por tráfico de drogas e apresentada à autoridade policial de plantão da Delegacia de Polícia Civil.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas